Mais de 100 mil comprimidos: Medicamento apreendido em Goiás pode ter sido roubado da prefeitura de Porto Seguro

Mais de 100 mil comprimidos: Medicamento apreendido em Goiás pode ter sido roubado da prefeitura de Porto Seguro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de cem mil comprimidos de medicamentos de uso controlado sem nota fiscal na manhã desta terça-feira (22).

Os remédios, em sua maioria de uso psiquiátrico, eram transportados em um ônibus que foi abordado no estado de Goiás e tinha partido de Porto Seguro (BA).

Os medicamentos estavam no bagageiro do veículo, onde foram encontradas 11 caixas enviadas por encomenda, constando apenas o manifesto de transporte, sem a devida documentação fiscal.  

Ainda conforme a PRF, a mercadoria que saiu de Porto Seguro tinha como remetente e destinatário a mesma pessoa.

Foram apreendidos 87.680 comprimidos de fenobarbital, 8.400 comprimidos de diazepam, 5.805 comprimidos de cloridrato de paroxetina, 4.000 comprimidos de uni-carbamaz e 1.950 comprimidos de carbamazepina. 

Ao todo a carga totalizou 107.835 comprimidos, que estavam embalados apenas em caixas de papelão, fora da embalagem original e sem bula, de acordo com os fiscais.

A suspeita é que o medicamento tenha sido roubado do Almoxarifado da secretaria de saúde de Porto Seguro.

A prefeitura não prestou queixa do sumiço do medicamento, e o caso intriga as autoridades.

Toda a mercadoria foi colocada à disposição da Vigilância Sanitária para a destinação devida e o remetente foi qualificado em documento que será encaminhado à polícia judiciária de Anápolis para a investigação da origem da carga.

Da Redação Namidia News

Comente com Facebook