Xará de bebê real, menino de 11 anos diz que é ‘príncipe’

Jorge Alexandre Luís (à dir.) posa para foto com a família na frente da Casa Branca, durante viagem aos Estados Unidos.

Família de São José dos Campos se surpreendeu com a coincidência.
Filho do Príncipe William e Kate Middleton nasceu na última segunda (22).

Jorge Alexandre Luís (à dir.) posa para foto com a família na frente da Casa Branca, durante viagem aos Estados Unidos.
Jorge Alexandre Luís (à dir.) posa para foto com a família na frente da Casa Branca, durante viagem aos Estados Unidos.

A decisão do príncipe William e da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, de chamar o filho de George Alexander Louis virou motivo de brincadeiras para uma família de São José dos Campos, no interior de São Paulo. Aos 11 anos, o estudante Jorge Alexandre Luís, brinca com os coleguinhas dizendo que é ‘um príncipe’ enquanto seu pai, Jorge Paulo Henriques Luís, de 42 anos, faz piada dizendo que pretende cobrar os ‘direitos autorais’ pelo nome.

 Bem distante dos holofotes que cercam o bebê real, o terceiro na linha da sucessão do trono britânico, a família diz que se surpreendeu com a coincidência.

“Na verdade quem tem que cobrar direitos autorais sou eu. Pegou a gente de surpresa, nem imaginava isso, mas estamos nos divertindo bastante. Meu filho está achando isso bem divertido e também brinca com os coleguinhas dizendo que é príncipe”, afirma o pai Jorge Luís.

“Estou brincando bastante com isso, meus amigos também falam bastante de ser ‘príncipe’. Acho muito legal ter o mesmo nome que uma pessoa importante. Foi minha tia quem me falou e aí já chamei meus amigos para contar. Todo mundo curtiu”, disse o menino.

A decisão do príncipe William e sua esposa, Kate, levou em consideração três nomes tradicionais da realeza britânica. Já a escolha dos brasileiros levou em conta a origem da família, que ainda tem o sobrenome da mãe no registro de nascimento. Com isso, o nome do estudante é Jorge Alexandre Teixeira Henriques Luís.

“Meu nome é Jorge e somos de uma família portuguesa. Português adora nome composto. Peguei o meu nome com o nome do meu irmão (Alexandre) porque achei que combinava e  completei com o Luís, que no nosso caso é sobrenome. Aqui não é muito comum, mas em Portugal é”, explicou ao G1.

Independentemente da coincidência com o nome do bebê real, o menino de São José dos Campos diz que gosta do nome. “Vem do meu pai e do meu tio, é uma mistura da família. Acho legal isso”, disse.

Segundo o pai de Jorge Alexandre, o nome que seria dado ao seu filho já estava definido bem antes mesmo dele se casar. “Eu já tinha os nomes antes mesmo de namorar com minha esposa. Depois, a gente tinha um acordo para os nomes desde quando começamos a pensar em nos casar. Se fosse homem eu colocaria o nome, se fosse menina ela que iria escolher o nome”.

A ideia para a formação do nome também foi usada para o segundo filho de Jorge, Paulo César, e o pai brinca com a possibilidade da realeza britânica escolher o mesmo nome caso a família aumente. “Tenho dois filhos e usei a mesma criatividade para dar os nomes. Se acaso a realeza aumentar a família e quiser aproveitar, já deixo aí minha sugestão”, se diverte.

Príncipe George
O bebê real, nascido há uma semana com 3,8 kg em Londres, é o terceiro na linha de sucessão do trono britânico, atrás do seu avô, o Príncipe Charles, e do seu pai, William.

George era o nome favorito dos britânicos nas casas de apostas, à frente de James. Era também o nome de George VI, pai da atual Rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Como de hábito na realeza, o bebê tem um nome comprido: George Alexander Louis, assim pode escolher qualquer um deles se vier mesmo a se tornar rei. Até lá será chamado de Sua Alteza Real, Príncipe George de Cambridge.

G1

Comente com Facebook