Vídeos que viralizaram na internet de suposta assombração em Itororó/BA é fake

Vídeos que viralizaram na internet de suposta assombração em Itororó/BA é fake. Para saber mais, clica no link abaixo https://namidia.news/videos-viralizam-na-internet-e-assombram-moradores-de-itororo-ba/

Posted by Namidia News on Friday, January 10, 2020

Um vídeo que viralizou nas redes sociais estava causando muito espanto em moradores da cidade de Rio do Meio, distrito de Itororó- BA.

As imagens mostram uma suposta assombração em forma de uma mulher em cima de uma árvore, gritando, e isso estava atormentado a população.

Mas o Namidia News foi atrás de mais informações e constatou que o vídeo é fake. O caso não aconteceu em Itororó e sim na Índia.

Ainda assim, segundo moradores de Itororó, a suposta assombração atacou vários animais no pastos, provocando cortes profundos em cavalos e jumentos.

Leia mais após a foto

Essa assombração seria a La Llorona”, um fantasma que pertence ao folclore da América Hispânica.

Basicamente, o suposto fantasma de uma mulher que perdeu seus filhos e chora ao olhar para eles diante de um rio, muitas vezes causando infelicidade a quem ouvi-la.

Em algumas versões da lenda dizem que “La Llorona” sequestra crianças que se pareçam com seus filhos, e os afoga em algum córrego.

No México, por exemplo, dizem que ela aparece em lagos e rios durante as madrugadas, e seu choro pode ser ouvido a uma distância considerável.

Leia mais após a foto

Não é difícil encontrar vídeos no YouTube de pessoas que alegam ter filmado o fantasma dessa suposta mulher “andando” pelas ruas de determinadas cidades como Itororó e países como Colômbia e China, assim como seu choro um tanto quanto agoniante de ser escutado.

No entanto, quando alguns casos envolvendo “La Llorona” surgem na mídia, as autoridades policiais costumam alertar os moradores para que não saiam de suas casas ao ouvir tal “choro”, porque ao longo do tempo essa se tornou uma prática comum entre os criminosos, que atraem vítimas ou fazem com que as mesmas saiam de suas casas, para que possam furtá-las ou cometerem outros atos de violência.

Recentemente, no dia 5 de janeiro de 2020, um site chamado “Unexplaind Mysteries” divulgou um estranho vídeo que teria sido gravado em Córdoba, na Colômbia.

No texto foi mencionado que era possível ver uma “figura feminina” no topo de uma árvore e, além disso, era perceptível uma movimentação de braços como se a “figura feminina” estivesse dançando ou realizando algum ritual. Ao fundo, também podíamos ouvir diversos cachorros uivando copiosamente.

Confira o vídeo, abaixo e leia mais após o vídeo:

Curiosamente, o próprio site disse que, “embora parecesse improvável que o vídeo realmente mostrasse “La Llorona“, ainda assim o vídeo ainda era um pouco estranho”. Nenhum outro detalhe foi fornecido tanto pelo site quanto pelo canal no YouTube que divulgou esse vídeo.

Afinal, o vídeo é verdadeiro ou falso?

Fora de Contexto! Embora o vídeo seja parcialmente verdadeiro, não estamos diante de nenhuma entidade sobrenatural, mas de uma mulher de carne e osso.

O vídeo não foi gravado na Colômbia, e os uivos foram ridiculamente acrescentados a filmagem original.

Em outras palavras, o vídeo original foi editado para parecer um pouco mais “assustador” para os mais incauto.

Originalmente, o vídeo foi gravado na cidade de Ratlam, no Estado de Madhya Pradesh, na Índia, por volta de setembro de 2019.

Por qual motivo a Mulher Subiu em Cima da Árvore?

Na época da viralização, diversos veículos indianos de comunicação foram atrás dessa história, a exemplo da “TV9 Bharatvarsh“, “News24 MP & Chhattisgarh” e “ABP Live“ .

Leia mais após os vídeos

Segundo a imprensa indiana, a mulher estava basicamente dançando no alto de uma árvore de tamarindo, a cerca de 5 a 10 metros de altura, e próximo a um dargah, que nada mais é do que um santuário construído sobre o túmulo de uma figura religiosa reverenciada, geralmente um santo ou um dervixe (homem religioso muçulmano que fez votos de pobreza e austeridade).

Inicialmente, populares acreditaram que ela tinha poderes mágicos, que poderiam ter sido obtidos por meio de uma benção da tal figura religiosa. 

Também foi alegado que a mulher permanecia por cerca duas horas em cima da árvore e, além da dança, ela também fazia orações e se balançava aleatoriamente sem nenhuma espécie de suporte.

Diga-se de passagem, houve a alegação que ela vinha fazendo isso diariamente há três meses. Uma equipe da “ABP Live” chegou a entrevistar a mulher, que por sua vez disse que não estava possuída ou tinha quaisquer poderes paranormais.

Leia mais após a foto

A “ABP Live” chegou a conversar com um professor de física, que revelou que os galhos de uma árvore de tamarindo são fortes e têm grande capacidade de suportar peso.

Ele também comparou o comportamento da mulher ao que habitualmente vemos em circos, ou seja, ela simplesmente mantinha o equilíbrio como qualquer outra pessoa com prática e habilidade.

Comente com Facebook