No Dia Nacional da Saúde, é preciso estar atento às doenças psicológicas

Doenças psicológicas

A Ease Labs aproveita a data, comemorada em 5 de agosto, para compartilhar os benefícios que os produtos à base de canabidiol (CBD) têm proporcionado para pacientes em todo o mundo

Em 5 de agosto é celebrado o Dia Nacional da Saúde. A data visa conscientizar as pessoas quanto à importância de cuidar do corpo, de buscar um equilíbrio físico e mental para a saúde. E o Ease Labs, laboratório farmacêutico especializado em operações de cannabis, aproveita esse dia para mostrar os benefícios e a qualidade de vida que os produtos à base de canabidiol (CBD) têm proporcionado para quem trata doenças psicológicas, inflamações e dores.

“Possibilitar a melhora da qualidade de vida das pessoas que sofrem de doenças crônicas e frequentemente já sem resposta aos tratamentos convencionais é o grande diferencial da terapia cananbinóide. Após início do uso do CBD, escuto da enorme maioria dos meus paciente o quanto estão se sentindo melhor. Muitos referem melhora do humor, do sono e da disposição, outros que sofrem de dores crônicas afirmam uma diminuição da intensidade da dor, já não sendo mais algo incapacitante e assim conseguem desempenhar as atividades de rotina com maior conforto”, comenta Gabriela Gonçalves, diretora médica da Ease Labs.

A especialista explica que os canabinoides, substâncias da planta, ativam os receptores do sistema endocanabinoide. “Esse sistema é o responsável por manter o equilíbrio do corpo. Desta forma, o esperado com a administração controlada desses produtos é o reestabelecimento desse equilíbrio e consequentemente um melhor funcionamento do organismo”, diz.

Indicação de produtos à base de cannabis

Conforme Gabriela, sistemas nobres do corpo humano, como por exemplo o neurológico e o imunológico, também são regulados pelo sistema endocanabinóide. O que justifica a indicação dos produtos à base de cannabis para patologias relacionados a eles. Alguns exemplos são ansiedade, depressão, doenças neurodegenerativas. “Os canabinoides tem ação neuroprotetora, antiinflamatória, imunomodulador entre outras ”, ressalta.

Além disso, o canabidiol (CBD), uma das substâncias não psicoativa da planta, ou seja, que não altera o comportamento do indivíduo, pode ser um poderoso aliado no tratamento das dores crônicas. “O CBD interage com os receptores celulares responsáveis pela transmissão e percepção da dor e, assim pode modular a resposta do organismo a ela. A substância é bastante segura e não causa efeitos colaterais tão desagradáveis quanto por exemplo os opióides”, comenta.

Cannabis contra o novo coronavírus

Já existem pesquisas sendo desenvolvidas a fim de verificar a atuação dos produtos à base de cannabis no tratamento dos sintomas da Covid-19. Segundo estudo das faculdades norte-americanas Dental College e Medical College of Georgia, o CBD pode reduzir os danos causados pela Síndrome de Angústia Respiratório do Adulto (SDRA), possível efeito colateral do vírus, que causa insuficiência respiratória e, muitas vezes, ocasiona na incapacidade de respiração sem o auxílio de ventilador pulmonar.

A médica lembra, que, mesmo com o progresso da medicina canábica e os seus benefícios para a saúde, a substância deve ser recomendada e acompanhada por profissionais de saúde, assim como qualquer outro tratamento terapêutico.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de Ease Labs

Comente com Facebook