Entenda a importância do uso diário do fio dental

A higienização bucal é essencial para termos uma saúde equilibrada, já que é por meio da boca que nos alimentamos e nos conectamos com o mundo desde bebê.

No entanto, uma boa higienização não está apenas restrita a escovação e o uso de enxaguantes, é necessário utilizar o fio dental diariamente.

O fio dental é a maneira mais assertiva de conseguir remover todos os resíduos que insistem permanecer entre os dentes. Por isso, para uma higienização completa o seu uso é essencial, pois ele consegue limpar onde a escova não alcança.

Com o uso frequente de pelo menos 3 vezes ao dia, é possível prevenir de diversas doenças, mas, falaremos sobre isso mais adiante.

Continue a leitura e entenda quais são os benefícios do uso do fio dental.

Os principais benefícios do fio dental

O uso do fio dental é essencial para a saúde bucal. Além disso, ele traz diversos benefícios, como proporcionar uma limpeza profunda, prevenir de gengivite, mau hálito e cárie.

Sabemos que, a maioria das pessoas tem como hábito escovar os dentes rapidamente, e na maioria das vezes deixando passar o uso do fio dental. Ou por acharem difícil, principalmente para pessoas que estão no meio de um tratamento dental ou que possuem espaços maiores entre os dentes.

No entanto, o mercado odontológico está cada vez mais vasto e tecnológico, por isso, hoje já podemos encontrar diversas soluções e “engenhocas” que podem facilitar e estimular o uso do fio dental.

Mas, afinal, você sabe como usar o fio dental?

Como usar o fio dental?

Algumas pessoas acreditam que apenas passar o fio entre os dentes é o suficientes, porém, não é bem assim.

Para o uso correto, você pode separar cerca de 35 centímetro de fio dental, feito isso, você pode enrolar no dedo médio de cada mão e deixar um espaço entre eles.

Com isso, basta segurar o fio com o indicador e polegar e passar pelos dentes. Dessa maneira, você consegue ser mais preciso quanto a remoção das partículas, além de, conseguir passar suavemente sem agredir a gengiva.

Diante disso, é importante frisar que para ter um bom resultado precisa utilizar o fio dental diariamente!

Em casos de sangramentos ou dor, é preciso procurar um dentista o quanto antes, pois é importante que o dentista verifique se há alguma infecção ou irritação, principalmente se tiver passado por algum tratamento como, lente nos dentes, implante dental ou até mesmo por um clareamento dental com moldeira.

Pessoas com espaço entre os dentes

Como falamos, graças à tecnologia podemos encontrar diversas opções de fio dental. Por mais que, não pareça que o fio dental possua diferença, é possível encontrá-los de diversos materiais.

Por exemplo, em caso de pessoas que possuem os dentes muito próximos, é recomendado o uso de fios de plásticos, nylon e até mesmo de teflon, pois deslizam com mais facilidade que os outros.

Agora, já no caso contrário, com dentes separados, o recomendado é o uso de fio dental de tecido.

Para as pessoas que possuem os dentes um pouco separados e que consegue facilmente utilizar o fio dental, as melhores opções podem ser a de tecido.

Além disso, é possível encontrar diversos modelos, materiais e até sabores. Isso significa que não há mais desculpas para continuar não usando.

Somente em casos em que não é possível de nenhuma forma usar o fio dental, é preciso procurar um especialista, para que ele indique o melhor caminho a ser tomado.

Em casos de aparelhos ortodônticos

Em caso de pessoas que utilizam aparelhos ortodônticos, o fio dental torna-se ainda mais importante, porém, fica mais difícil, ainda mais em tratamentos com aparelhos fixos.

Por melhor e tecnológico que o aparelho seja, como o aparelho dental transparente, o uso do fio dental ainda faz-se necessário.

E para facilitar a passagem do fio pelos “ferrinhos”, existe um acessório chamado passa-fio, parecido com uma agulha. Ele permite que o fio passe por debaixo do fio do aparelho.

 O acessório é de fácil acesso, porém, caso possua dificuldades, pode consultar o seu dentista de confiança, ele poderá explicar a melhor maneira de usá-lo.

Fonte: Conteúdo produzido por Ana Laura Ferreira, redatora na Vue Odonto.

Comente com Facebook