Uma pessoa morre e 29 ficam feridas com atropelamento e estouro de bomba

Internautas postam fotos, no Twitter, da confusão em Madureira Foto: Fotos da internauta @wooddaniele

Uma mulher de aproximadamente 60 anos morreu, e 29 pessoas ficaram feridas em um atropelamento no ensaio técnico da Portela, em Madureira, na noite deste domingo. Segundo a Guarda Municipal, que fazia o patrulhamento das vias, um carro branco furou o bloqueio e deixou um rastro de aproximadamente 50 metros de atropelamento. Os bombeiros tentaram reanimar a mulher, que acabou morrendo no próprio local.

O tenente Pedro Gomes disse que o barulho da explosão lembrava o de uma granada. Os feridos foram levados para quatro hospitais: Souza Aguiar, Getúlio Vargas, Albert Schweitzer e Carlos Chagas. Segundo a assessoria da Secretaria municipal de Saúde, apenas uma vítima, uma mulher, chegou ao Souza Aguiar, no Centro, apenas com ferimentos leves.

Segundo foliões do ensaio técnico, a Portela viveu momentos de pânico. E sem a ajuda imediata das polícias.

— O trio elétrico estava posicionado na esquina, e dezenas de pessoas estavam sambando com alegria. Tinha gente dentro da quadra Portela também. Uma das feridas foi uma mulata bonita, que estava dançando atrás do trio, e acabou no chão. Dois irmãos pequenos com os pais, também ficaram caídos no chão. Duas viaturas da PM chegaram 40 minutos depois. E a Portela fica bem próxima do batalhão da PM e da delegacia de Polícia Civil — contou o jornalista Ricardo França, de 43 anos. — Os portelenses não estavam esperando por isso. Era para ser alegria e preparação para o carnaval da Portela. Virou uma cena de terror. A Portela nunca mais vai esquecer isso.

 

EXTRA

Comente com Facebook