Qual deve ser o hit do carnaval de São Paulo este ano?

Carnaval de SP

Ecad aponta axé e marchinhas como os maiores sucessos em 2019 e já iniciou o trabalho intenso para a folia deste ano.

Quem já poderia apostar qual será o grande sucesso musical do carnaval deste ano em São Paulo? No último carnaval, o axé e as marchinhas foram os dois gêneros musicais que se destacaram no estado.

De acordo com o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), as marchinhas “Mamãe Eu Quero”, de autoria de Jararaca e Vicente Paiva; e “A Jardineira”, de autoria de Humberto Carlos Porto e Benedito Lacerda, foram apontadas como as músicas mais tocadas em 2019 em shows, trios elétricos, bailes de carnaval, casas de diversão e eventos de rua. Já entre os hits de axé, sucessos como “Eva”, “Milla” e “Praieiro” fizeram a alegria dos foliões paulistas.

“Em São Paulo, o carnaval vem crescendo muito nos últimos anos e o trabalho do Ecad é fundamental para garantir os direitos autorais de quem cria ou criou os grandes sucessos desse período de folia. 

O nosso papel é ser um elo eficiente entre os músicos, compositores, artistas e os estabelecimentos e canais que executam música”, disse Karina Attisano Guerreiro, gerente da unidade em São Paulo do Ecad.

No ano passado, o Ecad distribuiu em todo país o valor de R$ 21 milhões, beneficiando mais de 14 mil artistas.

Para o carnaval, a entidade produz dois rankings com as músicas mais tocadas: o ranking de shows e trios elétricos e o ranking de bailes, eventos de rua e casas de diversão.

Ranking – Shows de carnaval e trios elétricos – estado de São Paulo – 2019

(Esse ranking indica as músicas mais tocadas em shows e trios elétricos no estado de São Paulo no ano de 2019)

1º – Mamãe Eu Quero (autoria de Jararaca/Vicente Paiva)

2º – A Jardineira (autoria de Humberto Carlos Porto/Benedito Lacerda)

3º – Eva (autoria de Katamar/Umto/Ficarelli)      

4º – País Tropical (autoria de Jorge Ben Jor)                     

5º – É O Tchan – Pot-pourri Melo Do Tchan / Pau Que Nasce Torto (autoria de Bieco Do Tchan/Cau Lima/Cicinho)

6º – Não Quero Dinheiro (autoria de Tim Maia)

7º – Praieiro (autoria de Manno Góes)

8º – Taj Mahal (autoria de Jorge Ben Jor)

9º – Arerê (autoria de Alaim Tavares/Gilson Babilônia)

10 º – Milla (autoria de Tuca Fernandes/Manno Góes)

Ranking – Carnaval em bailes, eventos de rua, casas de diversão – 2019

(Esse ranking indica as músicas mais tocadas em bailes de carnaval, casas de diversão e eventos de rua no estado de São Paulo no ano de 2019)                                            

1º – Mamãe Eu Quero (autoria de Jararaca/Vicente Paiva)

2º – A Jardineira (autoria de Humberto Carlos Porto/Benedito Lacerda)

3º – Me Dá Um Dinheiro Aí (autoria e Homero Ferreira/Glauco Ferreira/Ivan Ferreira)

4º – Allah-la-ó (autoria de Antonio Nassara/Haroldo Lobo

5º – Cabeleira Do Zezé (autoria de João Roberto Kelly/Roberto Faissal)

6º – O Teu Cabelo Não Nega (autoria de João Valença/Lamartine Babo/Raul Do Rego Valença)

7º – Marcha Da Cueca (autoria de Carlos Mendes/Celso Teixeira/Livardo Alves Da Costa)

8º – Ta-hi (autoria de Joubert De Carvalho)

9º – Marcha Do Remador (autoria de Antônio Almeida/Castelo)

10 º – Sassaricando (autoria de Candeias Jota Jr./Luiz Antonio/Castelo/Mario Gusmão Antunes)

Ecad

O Ecad é a instituição responsável pela arrecadação e distribuição de direitos autorais na área da música no país.

No carnaval, a entidade atua como facilitador no processo de cobrança dos direitos autorais junto aos locais e espaços que realizam bailes e eventos carnavalescos, informando sobre a importância da retribuição autoral para os artistas e esclarecendo outras dúvidas que possam existir por parte do cliente.

Além disso, o Ecad identifica as músicas tocadas nos diversos shows e eventos para fazer a distribuição dos valores aos artistas que as criaram.

Promotores de eventos, blocos de rua, prefeituras e espaços que usam música publicamente, como clubes, casas de shows e bares devem pagar direitos autorais aos artistas por meio do Ecad.

É importante ressaltar que o pagamento deve ser feito previamente à utilização da música no local.

Todos os critérios e formas de cálculo estão no Regulamento de Arrecadação e na Tabela de Preços, disponíveis para consulta no site do Ecad (www.ecad.org.br).

Comente com Facebook