Pelo que já mostrou, Adriane Galisteu merecia “Muito +”

O ator, que fez sua primeira novela aos sete anos de idade na extinta TV Tupi, confessou ontem no programa ‘Muito +’ (Band) ter feito uma ‘escolha errada’ ao enveredar para o cinema pornô.

“Você acha que está sendo discriminado pelas emissoras de TV?”, perguntou-lhe Rita Batista, uma das apresentadoras do programa. “A gente não pode saber…mas eu prefiro acreditar que não, eu sou muito positivo!”, respondeu o ator Mateus Carrieri (45) que está em cartaz com a comédia “O Amante do Meu Marido”, há mais de cinco anos em São Paulo. “É que as pessoas só acham que você está trabalhando quando você está numa novela da Globo”.

“Mas os filmes pornôs?”, insistiu Adriane Galisteu, a apresentadora-mor do programa. “Foi grana? Você se arrependeu?”. “Foi uma escolha errada”, confessou Mateus. “Eu errei ao dimensionar o quanto isso ia me prejudicar…mas também foi uma oportunidade financeira”.

“Você já sentiu algum preconceito?”. “Como gente não, na carreira talvez…”, declara Carrieri que já posou nu mais de uma vez para uma famosa revista masculina. Ao ser lembrado de uma das vezes que teria posado com o filho Caíque (27), o ator se apressa em fazer uma importante ressalva. “Não posei nu com o meu filho. Fizemos apenas duas fotos onde estamos de sunga”, afirma o ator que se mostra preocupado quando o assunto envolve a família.

“A gente vive numa sociedade hipócrita. Tem gente que faz coisa pior, mas como é ‘velada’ não tem problema!”, desabafa Carrieri. “Algumas portas eu fechei, o que não quer dizer que eu não possa abri-las novamente”, conclui o convidado de Galisteu.

A apresentadora Adriane Galisteu no "Muito+"

Ao também apresentador Lysandro Kapila coube anunciar os ‘destaques dos famosos: entre eles, Luana Piovani alfinetando Grazi Massafera, Valesca Popozuda fazendo compras num shopping carioca (com direito a coraçãozinho com as mãos e tudo), Juliana Didone correndo na praia, Carolina Dieckmann chegando atrasada no aeroporto e Belo e Gracyanne Barbosa escolhendo as alianças do seu anunciado casório. Então tá.

A Vinicius Gomez, que teria lançado a notícia de que a cantora Sandy estaria grávida, coube um ‘puxão de orelha’ de Galisteu: “você pega pesado e as pessoas não gostam de você!”. “Eu não pego pesado. Eu falo a verdade, o que as pessoas querem dizer e não podem”, argumentou ‘Gominho’. Quanto à notícia da gravidez de Sandy, o apresentador confessou tê-la recebido de alguém muito próximo à cantora, mas que nem a assessoria nem algum familiar da moça teria confirmado.

No quadro “Intimidade” a repórter Mica Rocha desencavou o considerado ‘queridinho dos famosos’: David Brazil. E ambos ‘ressuscitaram’ aquela antiga e desgastada história da ‘falsa morte anunciada’ do seu então grande amigo, o promoter Amim Khader. “Essa pessoa se foi pra mim”, disse David. “Até hoje ele conta que nós tivemos um ‘caso’. Que foram onze anos de amor – tudo mentira!”, afirmou o entrevistado.

“Você sempre foi gago?”, perguntou a repórter num repente. “Eu sempre fui uma ‘bibinha’ muito ansiosa e a ansiedade dá problema na fala”, explicou-lhe Brazil. “Mas eu zoava muito um gaguinho na escola…minha mãe diz que foi castigo divino!”, acrescentou ele. “Você gosta de namorar?”, pergunta Mica, mudando de ‘saco pra mala’. “Eu não gosto, não. Tá aqui no sangue de ser uma cadela, uma cachorra”, esclarece David Brazil.

Se ele se considera um vitorioso? “Meu sonho era conhecer o Rio. Quando cheguei aqui pensei: nunca mais volto pra Paraíba! Um gago, gay e pobre se dar bem no Rio? Não é fácil não!”, conclui a ‘personalidade da mídia’.

Um programa diário, numa emissora de porte, em rede nacional…não é pouca coisa. Mas não sei, no final das contas não pude me furtar de pensar que, pelo que já mostrou na TV, Adriane Galisteu merecia “Muito +”.

 

 

FOLHA

Comente com Facebook