Michel Teló faz o show mais animado da primeira noite de Planeta Atlântida

No embalo do hit ‘Ai Se Eu Te Pego’, cantor fez do festival um bailão.
Show teve ainda covers de outros hits sertanejos e músicas tradicionalistas.

Michel Teló colocou a plateia para dançar no Planeta Atlântida (Foto: Eduardo Biermann/Divulgação)

Michel Teló chegou ao Planeta Atlântida com uma turnê pela Europa na bagagem e com o sucesso “Ai Se Eu Te Pego” estourado nas paradas de sucesso. O show prometia. E o paranaense cumpriu. No embalo de hit grudento, de sucessos sertanejos e até mesmo de dance music de outros artistas, o cantor fez um dos shows mais animados da primeira noite do festival no litoral norte gaúcho.

O cantor sertanejo subiu ao palco e emplacou “Ei, Psiu! Beijo me Liga” e “Vamos Fazer Festa”. No final da segunda música, uma chuva de papel laminado caiu em cima do público. Era o anúncio de que o show seria especial.

Na sequência, Teló empunhou sua gaita e mostrou outro sucesso, “Larga de Bobeira”. Ao final da música, o cantor avisou: “Que isso! Assim vocês me matam. É um prazer enorme tocar pela primeira vez no Planeta Atlântida. Espero que todo mundo se divirta. Quero dizer que eu não nasci no Rio Grande do Sul, mas eu sou gaúcho”, brincou. “Vamos cantar umas modas”. Em seguida, o músico cantou “Humilde Residência”.

Hit 'Ai Se Eu Te Pego' foi o ponto alto da noite (Foto: Eduardo Biermann/Divulgação)

O sertanejo contou que regravou no seu primeiro DVD uma canção da banda Reação em Cadeia, “Me Odeie”, e chamou ao palco o vocalista do grupo, Jonathan Correa. O público cantou a letra toda em coro. Depois, Michel emendou o sucesso “Fugidinha”.

As músicas que vieram a seguir transformaram o festival em um bailão a céu aberto. Casais dançaram juntos, como até o momento não tinha sido visto no local. O músico disse que percebeu o crescimento do estilo musical no estado: “Há anos eu vim para o RS e a música sertaneja estava crescendo. Hoje a gente vem para cá e sabe que a galera curte. Essa é antiga, mas tenho certeza que vocês vão acompanhar”, disse antes de fazer a alegria da fãs com as tradicionalistas “Saudade da Minha Terra”, “Canto Alegretense” e “Querência Amada”.

O grande sucesso da atualidade não poderia faltar no repertório. Um clipe com diversas crianças dançando a música e pessoas de diversos países cantando em diferentes línguas apareceu no telão. Michel Teló, novamente, conversou com o público: “O mundo inteiro dança, mas eu prefiro as delícias do Brasil. Hoje só faltam dois países para a música ficar em primeiro lugar na Europa. Na América Latina ela já é a música mais tocada”, disse, orgulhoso.

Após seu maior sucesso, o cantor apresentou outro de seus hits “Amanhã sei lá”. Na sequência, o músico avisou que o parque iria se transformar em Carnaval e disparou “Amo Noite e Dia”, de Jorge e Mateus, e “Praieiro”, de Jammil e Uma Noites. Após esse momento, o sertanejo quis saber qual era a maior torcida: a do Grêmio ou a do Inter. Após questionar os planetários, constatou “Pelo que eu estou vendo tem mais gremista. E eu não estou falando isso porque eu sou gremista.O sanfoneiro é colorado”, brincou.

O clima de folia continuou com “Não quero dinheiro”, de Tim Maia. Nos dois últimos momentos do show, o artista mostrou ainda mais sua versatilidade. Relembrou a época em que cantava no grupo Tradição, com a música “Barquinho”. Na última parte da apresentação, Michel anunciou sua nova música, uma mistura de sertanejo e eletrônica, “Eu Te amo e Open Bar”. Após a novidade, foi a vez do cover de “Pa Panamericano”, de El Original, e “I Gotta Feeling”, de Black Eyed Peas.

Antes de ir embora, o público puxou a amúsica “Ai Se Eu Te Pego” na versão em inglês “Oh, If I Catch You”. O fenômeno da música sertaneja cantou a versão inteira antes de agradecer o carinho da plateia. “Estou muito feliz de estar cantando no Rio Grande do Sul. Obrigado por essa festa bonita e pela presença de cada um de vocês”, disse antes de deixar o palco.

G1

Comente com Facebook