Lady Gaga diz que achava que cocaína era sua amiga

A cantora Lady Gaga contou que, aos 19 anos, achava que a cocaína era algo sexy e que a droga era sua amiga.

A confissão foi feita no programa “The Conversation With Amanda de Cadenet” ontem à noite, em que Gaga comentou sobre os primeiros anos como cantora em Nova York.

“Eu estava muito deprimida aos 19 anos… Voltava para o meu apartamento todo dia e ficava sentada. Era muito quieto e solitário. Era parado. Era só meu piano e eu. Eu tinha uma televisão que eu deixava ligada para fingir que alguém estava comigo”, contou.

Segundo Gaga, esses dias difíceis eram na época em que ela usava cocaína.

“Era como se a droga fosse minha amiga. Eu nunca usei na frente de outras pessoas. É um jeito terrível de preencher aquele vazio, pois só aumenta o vazio, não é real”.

Hoje com 26 anos, Gaga contou que sua fase de drogas durou um bom tempo.

“Em um certo ponto, eu comecei a me sentir mal. Eu lembro de uma noite no banho. Eu me inclinei e a água gelada escorria. Eu tinha acabado de usar tanta [cocaína], eu nem me sentia bem. Eu me sentia uma merda.”

Lady Gaga comenta em época em que usava muita cocaína

Ela contou que logo depois disso, conseguiu sair do vício completamente.

“Eu meio que acordei um dia e disse: ‘Você é uma idiota. Você não é uma artista. Se você fosse realmente um artista, você estaria focada na sua música. Você não estaria gastando dinheiro no diabo branco’.”

Para Gaga as pessoas acham que a droga tem um lado romântico.

“Existe uma percepção e romantismo sobre drogas. Que é algo sexy. Ou que é artístico e que você é problemático e vai fazer ótimas músicas quando, na verdade, você é um perdedor. Eu parei e foquei 150% na minha energia na minha felicidade”, contou.

 

 

FOLHA