Daniela Mercury vai processar Eduardo Bolsonaro

Daniela Mercury resolveu processar Eduardo Bolsonaro (PL), filho do presidente Jair Bolsonaro, após o deputado publicar vídeo distorcido, como se a cantora estivesse afirmando que Jesus era “muito gay, muito bicha”. A assessoria confirmou ao Yahoo. Processo acontece por crime contra a honra.

No Twitter, a artista disse que “Fake News é crime” e aos criminosos, “a lei!”.

O que aconteceu?

Eduardo Bolsonaro compartilhou um vídeo editado no Twitter onde Daniela supostamente falava que Jesus Cristo era “gay, muito gay, muito bicha, muito viado, sim”. O vídeo, no entanto, estava editado, e já foi excluído. Eduardo publicou apenas 19 segundos de 5 minutos de vídeo.

No trecho, a cantora se referia, na verdade, ao seu amigo Renato Russo. A fala aconteceu durante um festival em 2018. Durante a apresentação, a cantora criticou a retirada da peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu” da programação do evento, que tinha como protagonista uma atriz trans. Renata Carvalho interpretava Jesus. O trabalho foi alvo de protestos na época.

Após dizer que “censurar uma peça de teatro por convicções religiosas é um absurdo”, Daniela pediu que a banda tocasse “Temo perdido”, Legião Urbana, interpretada por Renato Russo. Foi quando ela comentou: “Meu amigo Renato Russo era gay, gay, muito gay! Muito bicha! Muito viado sim!”.

Eduardo Bolsonaro ainda não se pronunciou.

Fonte: Da Redação NamidiaNews com informações de YahooNews

Comente com Facebook