Alexandre Pires sobre polêmica em clipe: ‘Chocado com leitura racista’

Cantor e Neymar foram denunciados pela Secretaria de Igualdade Racial ao Ministério Público Federal por ‘Kong’.

Neymar e Alexandre Pires brincam durante a gravação do clipe: investigação (Foto: Divulgação)

Alexandre Pires manifestou-se nesta quarta-feira, 9, através de sua assessoria de imprensa, sobre a polêmica em torno do clipe “Kong”, que é protagonizado por ele e Neymar.

Na peça, os dois aparecem com uma fantasia de gorilas e cercados por mulheres em uma festa. O vídeo tem ainda participação do pai de Neymar, de Mister Catra e de David Brazil.

A Procuradoria-Geral da República de Uberlândia (MG), onde mora o cantor, investiga se há indícios de discriminação racial, como no refrão da música que diz: “É no pelo do macaco que o bicho vai pegar”.

Mister Catra também aparece vestido de gorila e cercado de mulheres (Foto: Divulgação/Divulgação)

“Sinto-me profundamente chocado com qualquer leitura racista ou sexista num clipe protagonizado por mim, negro com orgulho da minha cor, autor e intérprete de música romântica, sem que isso nunca tenha sido confundido com sexismo.

Devemos tratar toda e qualquer brincadeira com macacos e gorilas como uma referência a ser apagada da nossa memória? King Kong, Chita, Monga, eram todos personagens com alguma leitura que não a do genuíno entretenimento? Não me consta que meu histórico deixe alguma dúvida sobre o meu respeito à mulher ou ao negro, e a edição deste filme em nenhum momento faz brotar qualquer insinuação similar”, declarou Alexandre Pires em comunicado.

De acordo com o jornal “Folha de São Paulo”, deste quarta-feira, 9, o ouvidor nacional da Igualdade Racial, Carlos Alberto Silva Júnior, diz que o vídeo expõe o negro “à condição de ser inferior”, alguém que “não se desenvolveu a ponto de se tornar humano”.

Ainda segundo a matéria, Alexandre Pires já foi ouvido na semana passada sobre o caso. Já Neymar, por meio de sua assessoria, disse que não ia se pronunciar sobre a ação porque não via sentido na mesma. Por fim, Catra classificou como “brincadeira” o videoclipe.

Neymar e Alexandre Pires durante a gravação de 'Kong' (Foto: Reprodução)
O cantor também aparece cercado de belas mulheres (Foto: Divulgação/Divulgação)

 

 

EGO

Comente com Facebook