Dia Mundial da TV – 21 de novembro

21 de novembro marca o Dia Mundial da TV, data instituída pela ONU desde 1996, quando aconteceu o primeiro Fórum Mundial de Televisão. Nesta rica história, já são 67 anos da primeira TV fabricada no Brasil, pela SEMP. Pioneira, a empresa, hoje SEMP TCL, ainda lançou o primeiro painel destacável da televisão, em 1981, surgindo ali o controle remoto. De lá para cá, são anos de inovação e tecnologia, uma história determinante para os processos de comunicação no país.  

E para marcar a data, elencamos grandes personagens que passaram pelas TVs dos lares brasileiros ao longo desse período. Com certeza você acompanhou algum deles!  

Confira alguns:  

Pica-Pau – o desenho mais antigo da TV brasileira surgiu no país antes mesma da primeira transmissão e da primeira TV fabricada no Brasil. Em 1950, a TV Tupi comprou séries do desenho e exibiu com legendas em português. Por anos o desenho foi exibido pelo SBT e hoje em dia é veiculado pela TV Record.  

Mussum – personagens emblemáticos ficam “forévis” na lembrança das pessoas. Mussum, dos Trapalhões, foi um dos mais queridos do povo brasileiro, fazendo seus bordões serem lembrados até hoje. O carioca e mais malandro do grupo morreu aos 53 anos, vítima de alguns problemas depois de um transplante do coração. Mas, para o Mussum não tinha tempo ruim! Mesmo depois que ele nos deixou, ainda conseguiu deixar um legado, por todas as participações e bordões. Na campanha de eleição do Obama, por exemplo, foram produzidas camisetas com a palavra “Obamis”, usando como referência seus bordões que sempre tinham “is” ou “évis” no final. 

Hermes e Renato – quem era jovem nos anos 90 e 2000 e não conhece Hermes e Renato, provavelmente não teve uma adolescência plena. O humor nonsense e as sátiras de programas populares da época eram impagáveis. No tempo em que ficaram no ar, na MTV, eles fizeram de tudo, desde esquetes de humor, até músicas, sempre com um jeito trash. Por conta desse modo, eles conseguiram perdurar e na ativa, só que em um esquema diferente e adaptado para os dias atuais, fazendo vídeos para o canal no Youtube 

Viúva Porcina – interpretada por Regina Duarte, a personagem fez par com Sinhozinho Malta, personagem de Lima Duarte, na novela Roque Santeiro. Casada com Roque, interpretado por José Wilker, que morreu na sequência ao voltar para a cidade Natal. Viúva Porcina e Sinhozinho protagonizaram cenas hilárias e, juntos, aprontaram muito durante a novela.  

Odorico Paraguaçu – personagem de Paulo Gracindo na novela Bem Amado, era um homem sem escrúpulos que só pensava em dinheiro. Traído pela mulher, o candidato a prefeito de Sucupira, era adorado pela maior parte da população. Em uma das partes da história, como não havia um cemitério na cidade, o que obrigava os moradores a enterrar seus mortos em municípios vizinhos, o político se elegeu com o slogan “Vote em um homem sério e ganhe um cemitério”. O problema é que não morria ninguém para que a obra fosse inaugurada. O personagem é até hoje lembrado com frases atuais no contexto da política, tanto que estão indo ao ar nos dias de hoje na Rádio CBN.  

Chaves – há mais de 30 anos no ar pelo SBT, a série, que traz o nome do personagem principal, se consagrou no Brasil tendo uma legião de fãs entre adultos e crianças. Além de Chaves, imortalizou no cenário brasileiro nomes como Chiquinha, Kiko, Nhonho, Seu Madruga, Seu Barriga e Dona Florinda, além de seus bordões, repetidos até os dias atuais. Há quem diga que a série é mais famosa no Brasil do que no próprio México, país produtor da obra.

Comente com Facebook