Coaching potencializa pessoas na gestão hospitalar

Tacchini investiu no seu bloco cirúrgico desenvolvendo 120 colaboradores

Na região serrana do Rio Grande do Sul, em Bento Gonçalves, o Hospital Tacchini desenvolveu um grupo de 120 colaboradores do seu bloco cirúrgico, utilizando ferramentas de coaching. O objetivo foi potencializar resultados, qualificando o atendimento e a rentabilidade da instituição, revertendo em melhorias para o paciente.

Nas organizações, o uso do coaching como ferramenta de desenvolvimento humano e gestão de Recursos Humanos cresce mundialmente. Liliana Antoniolli é enfermeira no Hospital Tacchini e relata a experiência para a equipe de trabalho: ”os ensinamentos e a contribuição da nossa Coach, Ana Slaviero, foi um momento de mudança e de grande desenvolvimento do setor cirúrgico. Obtivemos uma comunicação efetiva entre os profissionais da equipe multidisciplinar, de trabalho em grupo para atingir objetivos comuns. Eu encarei cada palavra  e cada provocação e Ana  como estímulo para meu crescimento global dentro da instituição e, ao aprimorar os meus conhecimentos e participar ativamente deste processo de desenvolvimento e mudança, fui construindo a minha personalidade profissional fundamentada em bases sólidas, aprimorando as minhas habilidades de liderança e de gestão”.

Para a enfermeira Neiva Scapin Coordenadora do Processo Cirúrgico, o coaching afetou a sua vida profissional e pessoal. “O processo fomentou uma mudança em alta performance, modificando meus comportamentos e atitudes com foco no resultado.  O processo traz muita energia positiva. Aproveitei sempre as oportunidade de desafio e motivação. Percebi também uma determinação que nem eu mesmo conhecia em mim. Desenvolvi o meu potencial. A Ana é a minha inspiração de luta, sucesso, garra e muita gratidão”, diz.

A Coach do Hospital Tacchini, Ana Slaviero, explica que, com a equipe mais engajada, alinhada e mais consciente da própria realidade e das suas responsabilidades, o foco nos resultados e no desenvolvimento de líderes gestores de alta performance reflete no atendimento e nas finanças da instituição de maneira altamente positiva. “Isso porque o coaching vai direto ao que interessa, trabalha desenvolvendo o comportamento humano”, completa.

O processo de coaching na gestão hospitalar ainda é raro no Brasil. De acordo com a Coach Ana Slaviero, isso se deve à escassez de profissionais capacitadas a este trabalho específico.

Comente com Facebook