Plataforma ajuda seu cachorro a ‘falar’ com você

FluentPet
FluentPet faz cachorros "falarem" com seus donos (Foto: Reprodução/FluentPet)

O FluentPet é um sistema de botões que faz cachorros “falarem” com seus donos. Quando pressionados, cada um emite uma palavra e, com treino, é possível fazer o animal associar cada um a uma ação diferente. Exemplos demonstrados por usuários na Internet incluem pedir para passear, perguntar onde estão certas pessoas e pedir para brincar com brinquedos específicos.

Os preços começam em US$ 29,40 pelo kit básico de dois botões (aproximadamente R$ 164,93 na cotação atual, sem impostos) e há opções com até 32 comandos, separados em saudações, sujeitos, verbos, objetos, adjetivos e advérbios, além de lugares. Como o usuário faz a própria gravação das vozes, não há limitações de idioma.

Cada kit possui também tapetes de borracha hexagonais, que servem de suporte para os botões e que podem ser encaixados um no outro, como se fossem peças de quebra-cabeças. Isto foi feito a fim de permitir o acesso dos cãezinhos a todos os botões.

Vários exemplos de uso do sistema têm feito sucesso em redes sociais como Twitter e TikTok. Nos vídeos, os cães são vistos comunicando dor, vontade de brincar e até avisando que há estranhos na casa. Em um dos vídeos, a cachorrinha Bunny consegue sinalizar à dona que tem uma farpa na patinha, mostrando como essa comunicação “quase verbal” pode ajudar no bem-estar dos pets.

Treinamento

Vale ressaltar que o dono precisa passar algum tempo treinando seu pet para que o sistema funcione corretamente. Assim, são necessárias técnicas de reforço, que vão fazer o cachorro associar cada botão a uma ação específica.

Conforme a artista Alexis Devine, uma das usuárias do FluentPet, uma forma de fazer isso é só executar uma tarefa após apertar o botão e repetir o comando com a própria voz. Por exemplo: antes de levar o cachorro para passear, a ideia é pressionar o botão de passeio e repetir o comando com a própria voz.

Isto fará com que ele aprenda a identificar a ação com a voz do dono e comando no botão. Ela também lembra que é melhor evitar associar um comando à alimentação, já que o pet pode usá-lo apenas para conseguir mais comida.

O FluentPet foi desenvolvido durante a pandemia de Covid-19 e está ganhando adeptos aos poucos nos Estados Unidos. Os usuários criaram um site específico, o They Can Talk, no qual as pessoas podem contar suas histórias, além de pedir e oferecer conselhos a fim de melhorar o treinamento.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de TechTudo

Comente com Facebook