Traficante acusado de participação na chacina do Arenoso é preso

A polícia recebeu uma denúncia anônima que os homens estavam no local traficando drogas

O traficante Dijavan Lázaro de Jesus da Conceição, 27 anos, mais conhecido como “Dija”, foi preso na madrugada desta sexta-feira (4) na localidade de Prainha, no Lobato. Dija foi preso na companhia de mais dois comparsas, Thiago Souza Santos, 27, e Derivaldo Lima Silva, 49 anos.

Segundo informações da 5ª Delegacia Territorial (DT-Periperi), a polícia recebeu uma denúncia anônima que os homens estavam no local traficando drogas. Com a abordagem, os homens tentaram fugir e trocaram tiros com os agentes. Thiago acabou sendo baleado e foi encaminhado para o Hospital do Subúrbio. Derivaldo prestou depoimento e foi liberado.

Com Dijavan e Thiago foram apreendidos um colete a prova de balas, 151 trouxinhas de cocaína, mais de 1kg de cocaína em tabletes e duas pedras de crack. Os dois foram presos em flagrante por tráfico de drogas e porte ilega de arma e continuam custodiados na delegacia, à disposição da Justiça.

Chacina no Arenoso
Dija estava entre os quatro traficantes presos enquanto jogavam bola e comemoravam o seu aniversário no Porto da Barra em setembro de 2011. Ele e os comparsas são suspeitos de participar da chacina no Arenoso, em 20 de agosto, quando quatro pessoas foram mortas em um bar.

Os vinte homens foram presos enquanto faziam jogavam bola e usavam drogas no Porto para comemorar o aniversário do traficante Dijavan Lázaro de Jesus da Conceição. Todos são envolvidos com tráfico e homicídios nos bairros do Arenoso, Tancredo Neves e São Gonçalo do Retiro.

 

Correio da Bahia

Comente com Facebook