Presos suspeitos de chacina em fazenda

Os dois supostos criminosos foram surpreendidos quando chegavam a Bom Jardim de Goiás e levados para Aragarças, a 135 quilômetros de Doverlândia

Dois homens suspeitos de matar sete pessoas em uma fazenda no município de Doverlândia (413 km de Goiânia) foram presos na manhã de ontem pela Polícia Militar de Iporá (234 km de Goiânia). Os dois supostos criminosos foram surpreendidos quando chegavam a Bom Jardim de Goiás e levados para Aragarças, a  135 quilômetros de Doverlândia. A identidade deles e a motivação do crime não foram divulgadas pela polícia.

A chacina ocorreu no último sábado, quando criminosos invadiram a casa principal da fazenda Nossa Senhora Aparecida e mataram o proprietário, seu filho, um caseiro e mais quatro convidados, com idades entre 22 e 65 anos. Ontem, os corpos dos quatro convidados foram velados e enterrados na cidade de Rio Verde, no sudoeste goiano.

O grupo tinha ido visitar um amigo na fazenda quando foi surpreendido e morto pelos homicidas. Já os corpos do dono da fazenda, Lázaro Oliveira, de 57 anos, o filho dele,  Leopoldo Rocha Costa, de 28, e o vaqueiro Heli Francisco da Silva, de 34 anos, foram velados em Frutal e em Campina Verde, ambas no Triângulo Mineiro. Segundo o delegado que atendeu o caso, Vinícius Batista da Silva, os criminosos agiram com muita crueldade. As vítimas foram todas degoladas com golpes de faca.  Algumas digitais já foram colhidas no local do crime.  “Pelo menos um dos homicidas utilizou um copo já com a mão suja de sangue”, disse.

 

Correio da Bahia

Comente com Facebook