Lavrador morto a pauladas; 16 homicídios em janeiro

Trabalhador rural foi morto com várias pauladas na cabeça; Autor conseguiu fugir do local

EUNÁPOLIS – Janeiro termina como um dos meses mais violentos de Eunápolis nos últimos anos. Levantamento feito pela redação do RADAR64 mostra que 16 pessoas foram assassinadas (veja o histórico no fim da página).

Somente nesta terça-feira, dia 31, houve duas mortes. O último homicídio ocorreu por volta das 19h30 na Roça do Povo, a 12 quilômetros do centro da cidade.

O trabalhador rural José Elias Ferreira dos Santos, 44 anos, foi morto a pauladas. Segundo a Polícia Militar, o crime foi

Paulo Sérgio foi visto matando o lavrador

presenciado por várias pessoas e o suspeito, identificado como Paulo dos Santos de Jesus, 34 anos, está foragido.

Testemunhas relataram que o lavrador assistia à novela das 7h com a mulher na casa de uma família vizinha.

O assassino teria se aproximado da janela e chamado a vítima para conversar do lado de fora. Conforme as testemunhas, houve uma discussão e José Elias foi morto com vários golpes.

A polícia apurou ainda que o suspeito já chegou ao local com o pedaço de madeira na mão. A mulher que acompanhava Paulo Sérgio (nome ainda não divulgado) foi conduzida à delegacia para prestar depoimento.

Ela contou que assim que o marido começou a desferir os golpes correu para o quintal e pediu para que o companheiro não fizesse aquilo. Conforme um PM, ela teria dito que não sabia que o marido foi ao local cometer o assassinato.

Ainda de acordo com ela, o trabalhador rural estava comentando que seu marido havia lhe furtado uma nota de R$ 50,00 e ele teria ido ao local esclarecer o boato.

O suspeito do homicídio mora no bairro Alecrim II. As testemunhas vão prestar depoimento ao delegado Robério Faria.

O lavrador morava no local e deixa quatro filhos de outro casamento.

 

RADAR64

Comente com Facebook