Com duas nacionalidades, homem é preso na Bahia por lavagem de dinheiro para cartéis

Giroflex

Autoridades da Bahia prenderam um homem de 48 anos, com nacionalidades chinesa e panamenha suspeito de lavagem de dinheiro de cartéis mexicanos e colombianos. A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira (4), na cidade de Caetité, no sudoeste baiano.

De acordo com a Polícia Federal, o homem é suspeito de lavagem de capitais oriundos do tráfico internacional de drogas.

Conforme o escritório da Interpol em Washington/DC, nos EUA, o suspeito seria membro de uma organização internacional de lavagem de dinheiro em larga escala. Assim, o preso teria transferido recursos do tráfico de drogas nos EUA e Europa para países da América do Sul e Central, e da Ásia.

Ainda de acordo com a PF, entre abril de 2016 e julho de 2017, o homem teria lavado mais de 900 mil dólares para cartéis mexicanos e colombianos atuantes no tráfico internacional de drogas.

O preso controlava as contas em Hong Kong, que recebiam os valores da comercialização de drogas, transferidos após serem inseridos no sistema bancário dos EUA.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decretou a prisão preventiva, com base em uma representação do Escritório Central Nacional da Polícia Federal no Brasil, fundado no Tratado de Extradição firmado entre Brasil e os EUA.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de G1

Comente com Facebook