Brasileiro pode pegar prisão perpétua após matar a esposa nos EUA

O assassinato da mineira de Governador Valadares, Nathalia Da Paixão, 35 anos, continua sendo assunto no condomínio onde ela morava com o marido e dois filhos, na cidade de Concord (New Hampshire).  Chabbi Khanal, um dos vizinhos, disse que ainda não consegue dormir direito, pois constantemente se lembra da cena terrível que presenciou.

Ele disse que pouco antes do meio-dia de domingo, dia 28, ouviu os gritos, olhou para fora e viu um Emerson Jaques Figueiredo, 42 anos, esfaqueando sua esposa. “Os dois filhos estavam diante dele, tentando impedir”, afirma. “Depois que ela foi esfaqueada várias vezes, caiu ao chão impotente, seus filhos choravam”, continuou.

Nathalia foi levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e foi declarada morta. O vizinho ressalta que quando vai dormir a cena vem à sua cabeça e ele perde o sono.

Os vizinhos que conheciam a família afirmam que é difícil acreditar no que aconteceu.

Walter Duran era amigo de Figueiredo e afirmou que “Emerson era uma boa pessoa”.

Na segunda-feira, dia 29, ele renunciou a uma audiência perante um juiz do Tribunal Superior do Condado de Merrimack para pedir direito de responder ao processo em liberdade. Desta forma, ele passará o julgamento atrás das grades.  A justiça designou os advogados Matthew Zahn e John Bresaw para cuidarem da defesa de Emerson.

Como estado de New Hampshire revogou a sentença de pena de morte, no dia 30 de maio deste ano, mas ainda continua sendo um dos estados mais rigorosos contra crimes deste tipo, o brasileiro poderá ser sentenciado à prisão perpétua se for condenado pelo homicídio da esposa.

O corpo de Nathalia será enterrado na cidade de Concord, de acordo com informações de amigos próximos à família e pedido dos filhos, que estão sob custódia do Departamento da Família e Criança. Ainda segundo os dados, o irmão dela, Júlio, está cuidando dos trâmites legais.

Ciúmes

As investigações sobre o assassinato continuam em andamento e apesar de não haver nada concreto, pessoas próximas à família afirmam que a atitude do marido foi motivada por ciúmes.  Segundo uma fonte revelou ao jornalista Eduardo de Oliveira, “desde que a mineira colocou silicone nos seios, o comportamento de Emerson mudou e as cenas de ciúmes eram visíveis”.

Campanha

A igreja que Nathalia frequentava, a El Skekinah na cidade de Nashua (NH), iniciou uma campanha para arrecadar dinheiro e custear as despesas do sepultamento e ajudar os filhos, que ficaram sem a mãe, morta, e o pai, preso. O objetivo é arrecadar a quantia de US$50 mil e até a tarde desta terça-feira, dia 30, havia sido doado quase US$9 mil.

Fonte: Brazilian Times

Comente com Facebook