Agressão na Ilha: mendigo diz não se lembrar de nada

Morador de rua vai a delegacia, mas diz que não se lembra de nada Foto: Roberto Moreyra

O morador de rua que foi agredido, no último dia 2, por jovens de classe média na Ilha do Governador foi à 37ª DP (Ilha do Governador) nesta segunda-feira. Ele foi identificado como João Araújo Teles, de 47 anos. João disse aos policiais que não se lembra de nada do dia da agressão, tampouco de ter apanhado. O mendigo foi defendido, na ocasião, pelo estudante de Desenho Industrial Vítor Suarez Cunha, de 21 anos. Vítor foi espancado e ficou gravemente ferido.

Segundo os policiais, João estava, nesta segunda-feira, num abrigo da Prefeitura do Rio, localizado na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. A polícia chegou até ele por meio de informações. Para o reconhecimento do morador de rua, a polícia chamou o estudante Kléber Carlos Silva, de 20 anos, que estava com Vítor no dia das agressões. Kléber ainda está na delegacia prestando informações.

João foi à delegacia acompanhado de uma assistente social. O rosto dele estava muito inchado. Ele também estava com um ferimento na perna.

EXTRA