Cercados pela PM, homens envolvidos na morte de policial cometem suicídio dentro de motel em Porto Seguro

Na madrugada deste sábado (21), os corpos de dois homens que foram encontrados em um motel localizado no bairro Cambolo em Porto Seguro.

De acordo informações do 8º Batalhão da Polícia Militar, por volta das 03h, diversas guarnições pertencentes ao 8º BPM deslocaram para verificar denúncia de uma festa com traficantes que estaria ocorrendo num motel.

Instantes após realizar o cerco, os policiais militares ouviram disparos de arma de fogo, seguidos da saída de três mulheres e um homem que estavam no interior do estabelecimento.

Ao realizar a abordagem no prédio, constataram num dos quartos que,
dois homens estavam mortos, segundo testemunhas, ao perceberem o cerco da policial, os criminosos cometeram suicídio.

Ainda de acordo informações do 8º Batalhão, os dois mortos foram posteriormente identificados como Wesley Luiz Nascimento Silva (vulgo Diamante) e Ivan Gomes Silva Filho (vulgo Caveirinha).

Ambos são apontados como fortes lideranças de uma organização criminosa que atua em diversos crimes na cidade e na região; um deles, O Diamante era acusado de ter participação direta na morte do CB PM Clodoaldo Mendes Santos Júnior, ocorrido no dia 13 de setembro desse ano, em Porto Seguro.
Diamante inclusive foi reconhecido por testemunhas desse crime.

BARALHO DO CRIME

Wesley Luís Nascimento Silva (Diamante), era um criminoso contumaz que atuava em Porto Seguro e região, e contra quem constavam diversos mandatos de prisão em aberto pelos crimes de homicídio e roubo.

Era considerado pela PM a mais perigosa liderança da facção criminosa que se encontrava foragido.

Seu nome constava no baralho do crime da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, onde figurava como o “4 DE OURO”, desde o dia 14 de abril de 2018.

O segundo criminoso, vulgo Ivan Caveirinha, também encontrado morto era apontado como liderança da mesma organização criminosa, possuindo uma extensa ficha criminal.

O Cabo PM CLODOALDO foi morto no dia 13 de setembro desse ano quando chegava em casa no bairro Vila Parracho em Porto Seguro, ele foi surpreendido por mais de dez criminosos.

Houve troca de tiros e no confronto o policial militar foi a óbito. Três autores do crime já foram presos em flagrante e dois morreram em confronto com a PM logo após o fato.

O Comando do 8º BPM esclarece que todas as medidas pra encontrar os envolvidos na ação praticada contra o policial militar estão sendo adotadas desde o dia do ocorrido.

A ação de hoje é apenas uma das etapas, até que os autores sejam responsabilizados pelo crime que praticaram. “Não esquecemos os nossos.” Frisou o Comandante.

Da Redação Namidia News com informações: ASCOM/8ºBPM

Comente com Facebook