Pai é preso acusado de estuprar filha de 3 anos que morreu após abuso na Bahia

Policiais da Delegacia Territorial (DT) da cidade de Formosa do Rio Preto, na Bahia, cumpriram um mandado de prisão contra um homem suspeito de estuprar a filha de três anos, que morreu devido aos abusos. A prisão ocorreu nesta quinta-feira (6).

Na segunda-feira (3), a vítima deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA da cidade. Entretanto, ela não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Posteriormente, ao receberem a informação do crime, os agentes da unidade ouviram testemunhas e fizeram ações investigativas que levaram ao pai da menina. Sob a coordenação do delegado titular Arnaldo Alves do Monte, os policiais detiveram o homem depois que ele participou do sepultamento da filha, que ocorreu na quarta-feira (5).

Segundo o delegado, no momento em que foi preso, o homem estava em cima de uma moto e se preparava para fugir.

Conforme confirmação dos laudos periciais, a causa da morte da criança foram violências sexuais que ela sofreu há cerca de um ano. Segundo o delegado Joaquim Rodrigues, que investiga o crime, o estupro provocou uma embolia pulmonar que foi resultado de lesões internas no baço, fígado e pulmão.

Após a detenção do homem, a polícia solicitou exames de constatação de estupro para os outros cinco filhos menores do casal. Ademais, o Conselho Tutelar passou a guarda das cinco crianças para uma tia, que mora no centro da cidade de Formosa do Rio Preto.

Ainda de acordo com a polícia, após a prisão do homem, a mãe da criança admitiu que seu companheiro foi responsável pelo crime e afirmou que praticou “atitudes satânicas” contra a criança.

As autoridades ouviram familiares e demais testemunhas da menina. As investigações irão prosseguir.

“Vamos ouvir mais pessoas, analisar os laudos periciais para robustecer o inquérito e ainda esclarecer a possibilidade de outros envolvidos”, afirmou o delegado.

Fontes: Da Redação Namidia News com informações de BNews e g1

Comente com Facebook