Kassab minimiza vaias em evento do PT e diz respeitar protestos

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse neste sábado (11) que seria “um erro” não comparecer ao 32º aniversário do PT ontem em Brasília. Recebido por vaias de petistas, Kassab diz que “respeita” a manifestação.

“Existem dificuldades no PT e no PSD. Vejo com naturalidade e respeito as manifestações, mesmo as da Marta Suplicy”, disse o prefeito, numa alusão às declarações de Marta contra a aliança.

Contrariada com o convite a Kassab, a senadora faltou o aniversário, como antecipou ontem a Folha.com, e enviou uma mensagem.

Lembrando que o presidente do PT, Rui Falcão, compareceu à convenção do PSD, Kassab disse que sua presença ontem foi um reconhecimento ao gesto do petista. “Seria um grande erro não ir porque ele [Falcão] foi à nossa convenção.”

Kassab não quis adiantar o teor da conversa com o candidato do PT, Fernando Haddad, ontem, à saída da festa de aniversário.

 

FOLHA

Comente com Facebook