Itamaraty confirma presença de brasileiros em naufrágio na Itália

O luxuoso navio de cruzeiro Costa Concórdia inclina-se depois de encalhar em um banco de areia na Itália

O Ministério das Relações Exteriores informou neste sábado (14) que havia brasileiros na embarcação que naufragou ontem na ilha italiana de Giglio, região da Toscana, na Itália. Pelo menos três pessoas morreram após o naufrágio.

Oficialmente, o ministério não soube informar quantos brasileiros estavam no navio Costa Concórdia. O Consulado do Brasil em Roma está acompanhando o desenrolar do resgate por parte das autoridades costeiras italianas, mas não atua diretamente. Brasileiros que procuram informações sobre sobreviventes ou vítimas podem procurar o consulado na capital italiana ou informações no site do Itamaraty.

A embarcação estava com cerca de 4.200 passageiros e, segundo a imprensa italiana, começou a afundar após encalhar em um banco de areia. A empresa do navio destacou que “até o momento não é possível definir as causas do problema”.

Segundo a imprensa local, seis pessoas teriam morrido, mas o número não foi confirmado oficialmente.

A Guarda Costeira chegou a informar que “os passageiros não corriam perigo” e eram retirados em botes salva-vidas do navio Costa Concórdia. Porém, ao retirar os últimos membros da tripulação uma fenda se abriu, causando vazamentos internos.

 

FOLHA.COM

Comente com Facebook