Explosão deixa mortos em mesquita de Bangladesh; muitos são feridos gravemente

Parente de uma vítima chora e passa mal em hospital, após a explosão de um gasoduto em uma mesquita em Narayanganj
Parente de uma vítima chora e passa mal em hospital, após a explosão de um gasoduto em uma mesquita em Narayanganj (Foto: Mohammad Ponir Hossain/Reuters)

A explosão de um gasoduto perto de uma mesquita em Bangladesh matou ao menos 17 pessoas e deixou dezenas de feridos. O incidente aconteceu no momento em que as pessoas estavam prestes a encerrar suas orações, disseram as autoridades neste sábado (5).

Os bombeiros suspeitam que um vazamento do oleoduto causou a explosão. Ela ocorreu na noite de sexta-feira (4), em uma mesquita no distrito de Narayanganj, nos arredores da capital Daca.

Ao menos 37 pessoas foram levadas para o hospital estatal especializado em queimaduras e cirurgia plástica de Daca, a maioria com queimaduras graves.

Treze pessoas, incluindo uma criança, morreram em razão dos ferimentos causados pela explosão, disse Samanta Lal Sen, coordenadora da unidade de queimados. E o número de vítimas pode aumentar, já que muitas pessoas estão em condições críticas, disse Sen.

De acordo com os bombeiros, o gás que se acumulou na mesquita após o vazamento provavelmente causou a explosão.

Médicos tratam de um muçulmano queimado após explosão em mesquita em Bangladesh
Médicos tratam de um muçulmano queimado logo após explosão em mesquita em Bangladesh (Foto: Abdul Goni/AP Photo)

“Suspeitamos principalmente que o gás vazou do gasoduto e se acumulou dentro da mesquita porque as janelas estavam fechadas. Quando o ar condicionado foi ligado, devido a faíscas, o gás pode ter explodido”, disse Abdullah Al Arefin, do Corpo de Bombeiros.

Todos os seis aparelhos de ar condicionado da mesquita explodiram durante o incidente, disse ele. As autoridades iniciaram uma investigação sobre o caso.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de CNN

Comente com Facebook