Com tombo do petróleo, dólar dispara e fica perto de R$ 4,80

Notas de dólar

Nesta segunda-feira (9), o dólar opera em alta, em dia de forte tensão nos mercados por conta do tombo nos preços do petróleo. Além disso, ainda é marcado pelas tensões com o avanço do coronavírus.

No início da manhã, o Banco Central cancelou o leilão de até US$ 1 bilhão em swaps previsto, e aumentou a oferta anunciando outro leilão do mesmo tipo, mas com oferta de até US$ 3 bilhões.

Às 10h37, a moeda norte-americana tinha alta de 3,13%, a R$ 4,7795. A máxima até o momento foi de R$ 4,7921.

Na sexta-feira, a moeda teve um pequeno alívio após 12 altas seguidas, e fechou em queda de 0,36%, a R$ 4,6343, numa sessão marcada por volatilidade e nova intervenção do Banco Central.

Na semana, o dólar acumulou alta de 3,42%. No ano, já subiu 15,57%.

Com informações de: G1

Comente com Facebook