Homem morre e corpo fica mais de 8 horas em calçada de Porto Seguro

Na madrugada desta quarta-feira (23), um homem faleceu na praça do Gravatá, no Baianão.

Segundo a sobrinha do falecido, que entrou em contato com o Namidia, ligaram para o SAMU e diversos órgãos da prefeitura que não foi buscar o corpo.

O homem, que frequentava o CAPS, teve convulsões e morreu no local, não há indícios de crime.

A família está indignada com o descaso da prefeitura de Porto Seguro por deixar o corpo jogado no local por horas.

De acordo com a sobrinha, a polícia foi no local atender o chamado e foi embora ao ver que não havia crime a ser registrado.

Quem ajudou os familiares, foi um pastor que usou seus contatos para chamar uma ambulância e levar o corpo ao UPA.

Mesmo após chegar a UPA, o atestado de óbito ainda não saiu. Familiares seguem aguardando para iniciarem o processo do velório.

EDIT: informações atualizadas de acordo com familiares.

Comente com Facebook