Fenapaf se reúne com parlamentares de Brasília para debater reforma da Lei Pelé e pede respeito aos atletas de futebol

Presidente da entidade Felipe Augusto Leite defendeu melhorias nas condições de trabalho, no calendário e na relação dos clubes com os atletas 

 

A Fenapaf esteve em Brasília, na última terça-feira (15), para reuniões com parlamentares responsáveis pelo projeto de reforma da Lei Pelé que tramita na Câmara dos Deputados desde 2016. Representada pelo presidente Felipe Augusto Leite, foi demonstrada a necessidade de uma mudança que preserve os direitos dos atletas e ocorram melhorias nas suas condições de trabalho, no calendário e na relação dos clubes com os seus contratados. Notadamente,  os encontros ocorreram com parlamentares da Comissão de Esportes da Câmara e membros da Academia Nacional de Direito Desportivo.
“Foi uma discussão profunda sobre a necessidade de reformar a Lei Pelé, e como não poderia ser diferente a visão da Fenapaf foi pela preservação dos direitos dos atletas. Precisamos de melhores condições de trabalho, um calendário mais equilibrado, menos sufocante, e mais respeito na relação entre clubes e atletas”, afirma Felipe Augusto Leite.
Além da discussão sobre a reforma da Lei Pelé, Felipe participou de reunião com o deputado Edson Moreira (PR/MG), relator da lei Caio Júnior que regulamenta a profissão de treinador de futebol, e mostrou comprometimento também com as causas trabalhistas dos treinadores brasileiros de futebol.
“Neste encontro estive acompanhado de Alfredo Sampaio que representou a Federação Brasileira dos Treinadores de Futebol. São profissionais que precisam de garantias trabalhistas mais fortes e, inclusive no exercício da profissão”.

Comente com Facebook