Maldonado supera Alonso na Espanha e é o primeiro venezuelano a vencer na F-1

O venezuelano Pastor Maldonado fez história no Grande Prêmio da Espanha. Após fazer a pole position, o piloto da Williams superou duelo contra Fernando Alonso e tornou-se o primeiro piloto de seu país a vencer na Fórmula 1. O espanhol ficou na segunda colocação e o finlandês Kimi Raikkonen completou o pódio. O brasileiro Felipe Massa foi o 15º, enquanto Bruno Senna abandonou após acidente com Michael Schumacher.

O triunfo veio completar a festa da Williams, que viveu um fim de semana especial pelo aniversário de 70 anos do proprietário da escuderia, Frank Williams. A equipe volta a vencer um GP após longo jejum. A última vitória havia sido conquistada em 2005, com o colombiano Juan Pablo Montoya no Brasil.

Alonso fez a festa da torcida espanhola na largada, quando passou Maldonado e assumiu a primeira colocação. O venezuelano tentou o troco, mas acabou a primeira volta na segunda colocação. Kimi Raikkonen, Nico Rosberg e Romain Grosjean completaram os cinco primeiros.

Massa teve uma boa largada, passou cinco carros na volta inicial e pulou para a 11ª posição. Já Bruno Senna, que chegou a ultrapassar dois oponentes, perdeu as colocações adquiridas e caiu novamente para a 17ª colocação.

Mark Webber abriu as paradas programadas para trocas de pneus na sétima volta, seguido de seu companheiro Sebastian Vettel. A primeira vez que Maldonado assumiu a ponta ocorreu na 11ª volta, quando Alonso foi para os boxes. O espanhol, porém, voltaria à liderança após todos os pilotos realizarem seus pit stops.

Senna viu sua corrida acabar na 13ª volta, quando teve sua traseira acertada por Michael Schumacher. O alemão reclamou de uma mudança de traçado do brasileiro na freada e xingou o piloto da Williams pelo rádio.

Longe da briga pelas primeiras posições, Massa e Vettel tiveram sua corrida prejudicada ao levarem uma punição dos comissários de prova por acelerarem excessivamente em trecho com bandeira amarela. O brasileiro cumpriu sua pena na 29ª volta.

O bom rendimento de Maldonado fez com que o venezuelano voltasse à frente de Alonso na terceira parada para troca de pneus. Em ritmo melhor após as paradas, o piloto da Williams abriu distância para o espanhol e confirmou a vitória histórica.

Confira a classificação final do GP da Espanha:

1- Pastor Maldonado (VEN/Williams)
2- Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
3- Kimi Raikkonen (FIN/Lotus)
4- Romain Grosjean (FRA/Lotus)
5- Kamui Kobayashi (JAP/Lotus)
6- Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
7- Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
8- Lewis Hamilton (ALE/McLaren)
9- Jenson Button (GBR/McLaren)
10- Nico Hulkenberg (ALE/Force Índia)
15- Felipe Massa (BRA/Ferrari)
Abandonou – Bruno Senna (BRA/Williams)

 

 

UOL

Comente com Facebook