Caveirinha Lucas chegou do Rio só para dar força a Souza na final do Baianão

No Fazendão, concentração total de jogadores e comissão técnica. O Bahia joga por dois empates

O pequeno Lucas, 5 anos, veio do Rio de Janeiro só para animar o papai Souza nos dias que antecedem o clássico de domingo contra o Vitória, no Barradão

A semana é decisiva e o clima é tenso. Domingo, às 16h, no Barradão, o Bahia entra em campo na luta pelo seu 44º título estadual. São dez anos  na fila e o torcedor tricolor não fala em outra coisa. No Fazendão, concentração total de jogadores e comissão técnica. O Bahia joga por dois empates.

No meio disso tudo, porém, aparece um menino de apenas 5 anos. O pequeno Lucas, filho do centroavante Souza, foi o destaque do treino de ontem no Fazendão. Tudo isso só para deixar o papai ‘mais leve’ para o clássico contra o Vitória.

Souza brinca com o filho Lucas durante treino no Fazendão

“É bom ficar perto da família nesses momentos. Ele veio do Rio de Janeiro só para passar esses dias comigo. Chegou de viagem e já pediu um gol. Disse que eu tô há muito tempo sem marcar. Não entende que eu estava lesionado”, afirmou o Caveirão, prometendo atender o pedido do filho. “Tenho certeza que vou fazer gol. Fiz em todos os  clubes que passei nas horas decisivas”.

Animado com a presença de Lucas, o artilheiro do Bahia na temporada aproveitou a oportunidade para acalmar os corações tricolores. Segundo ele, o Vitória era o adversário esperado por todos.  “O título estadual está entalado há dez anos. Eu queria o Vitória na final. É um clássico”, disse.

O camisa 9, inclusive, afirma não temer o clima hostil no estádio do rival. “Estarei muito tranquilo na hora do jogo. A mim não assusta nada. Vou fazer de tudo para marcar os gols e sair com o resultado positivo de lá”. Souza sabe da sua importância para o time. Com ele em campo, o aproveitamento do Bahia é de 88%.

Sem o Caveirão, por sua vez, esse número cai para 59%. “São muitos torcedores e jogadores confiando em mim. Tenho que mostrar isso dentro de campo. Não fiz um bom jogo no último domingo porque fiquei um tempo parado, mas agora estou pronto”, diz.

Caveirinha
Lucas se divertiu bastante no campo do Fazendão. Quando apareceu na sala de imprensa, entretanto, ficou acanhado com a presença de tantos jornalistas. “Como é que o papai comemora os gols, filho? Mostra aí! Tá com vergonha, rapaz?! Esse aqui é o Caveirinha. Chegou pra me dar sorte”. Que responsa!

 

 

UOL

Comente com Facebook