Enfermeiras obstétricas do Hospital de Porto Seguro participam de elaboração de livro do Ministério da Saúde

Enfermeiras obstétricas

Após 15 dias de vivência prática e teórica nas maternidades Mariska Ribeiro e Maria Amélia Buarque de Hollanda, no Rio de Janeiro, cinco enfermeiras do Hospital Regional Deputado Luis Eduardo Magalhães (HRDLEM), em Porto Seguro, concluíram o curso de “Qualificação de Enfermeiros Obstetras”.

A proposta do curso foi trabalhar na qualificação dos profissionais nos processos de cuidado e gestão, com foco na atenção ao parto e nascimento.

A estrutura permitiu a atualização de conhecimentos técnico-científicos e de um modelo mais humanizado para prestar serviços de excelência às parturientes do SUS.

Depois da conclusão de todo o processo, as enfermeiras do HRDLEM escreveram um capítulo do livro do Ministério da Saúde “Impacto Social da formação permanente de Enfermeiras (os) Obstetras no Brasil,” onde puderam expor, de maneira brilhante, as experiências inovadoras desse período de aprendizagem e dos avanços conquistados.

“Foi muito rico pra nós ampliar o conhecimento e reconhecer a autonomia do enfermeiro obstetra. Escrever um capítulo desse livro de destaque na Rede Cegonha encerra com chave de ouro, essa etapa.” Concluiu a enfermeira Micaeli Oliveira, uma das participantes.

A diretora geral da unidade, Thais Fraga, parabeniza as colaboradoras e deseja que essa assistência humanizada seja sempre o principal norteador de nossa vida profissional.

“Isso é uma prova da importância de fomentar essas capacitações. E a comprovação da grandeza dos trabalhos de base que a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), vem desenvolvendo.

Como produto final temos aí demonstrado o excelente aproveitamento do curso e a competência de nossa equipe”, destacou a diretora. 

Comente com Facebook