Polícia encontra meia tonelada de cocaína em imóvel que funcionava como laboratório de drogas na Bahia

Na tarde desta quarta-feira (21), meia tonelada de cocaína foi achada pela polícia, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), um homem e uma mulher foram presos no local. 

Foto: SSP-BA / Divulgação

A droga foi encontrada em um imóvel localizado na Estrada das Cascalheiras. Segundo a SSP-BA, o local era usado por integrantes de uma facção e funcionava como laboratório de drogas, com produção de quatro toneladas de cocaína por mês. 

Foto: SSP-BA / Divulgação

Ainda de acordo com a SSP-BA, o local foi identificado depois que investigadores da Coordenação de Narcóticos desenvolveram ações de inteligência há cerca de um mês. 

As investigações apontaram que a casa era usada para refinar, prensar, embalar e distribuir cocaína para bairros de Salvador e da região metropolitana. Os tabletes eram identificados com escudos de times de futebol do Brasil e da Europa. 

Ainda de acordo com a polícia, os agentes chegaram no local por volta das 5h, quando perceberam a movimentação de dois suspeitos que eram monitorados.

Já no final da tarde, quando um deles saiu do imóvel, os policiais fizeram a abordagem. O homem confessou que trabalhava para uma facção envolvida com tráfico, homicídios, roubos e corrupção de menores. 

Divididos em equipes, os investigadores cercaram a casa e encontraram uma mulher, apontada como integrante do grupo.

Além da meia tonelada de cocaína, dentro da casa foram apreendidos dois tabletes de maconha, três prensas (duas com capacidade para 20 toneladas e uma hidráulica com capacidade para 70 toneladas), substâncias para refinar cocaína, liquidificadores e caderno com anotações do tráfico. 

A dupla presa e todo o material apreendido foram apresentados no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Redação Namidia News, com informações Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA)/ Fotografia: Foto: SSP-BA / Divulgação

Comente com Facebook