Dia do comissário de bordo o amor pela profissão e a rotina durante a pandemia


Neste domingo (31), é comemorado o Dia do Comissário de Voo.

A pandemia de coronavírus tem fechado fronteiras e paralisado atividades de companhias aéreas em todo o mundo.

No Brasil, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas Latam, Gol e Azul fizeram apenas 1.241 voos semanais entre o dia 28 de março até o final de abril de 2020 – número 91,6% mais baixo do que estava previsto para o período.

O comissário são profissionais altamente especializado, com conhecimentos diversificados, entre eles Segurança de Voo, Navegação Aérea, Meteorologia, Emergências a Bordo e Primeiros Socorros, o Comissário de Voo é imprescindível para a garantia da segurança, da regularidade e da pontualidade do transporte aéreo.

A equipe do Namidia News, conversou com dois tripulantes de uma companhia aérea que atua no país, que residem e tem familiares em Porto Seguro. Perguntamos o que mudou na rotina, os cuidados diante a pandemia.

O que mudou na rotina

Max Medeiros

Max, que trabalha na gol há quase 11 anos, diz que sua rotina de trabalho mudou bastante depois da eclosão da crise sanitária causada pelo coronavírus.
Ele afirma que tem usado máscara e luvas a bordo da aeronave e que busca manter o cuidado e a segurança dos passageiros dentro do avião.

Ricardo Matos

Ricardo, 10 anos como comissário e 8 meses na função de Chefe de cabine, afirmou que mudou muito, porque não temos muitos voos, a forma de trabalhar, serviço de Bordo cancelado para não ter contato direto, o atendimento ao cliente bem mais diferente, e toda a proteção que devemos usar para continuar levando todos a bordo.

Amor pela profissão

“Poderia passar horas falando sobre a rotina e a vida de um comissário (a) de voo, mas basicamente se resume em deixar quem a gente ama em casa, para cuidar da segurança de pessoas que viajam em nossos aviões”, Max Medeiros.

“Nós Comissários de Bordo, heróis anônimos.
Quando todos ficam em casa, continuamos a voar para levar pessoas e famílias, encarando a ameaça de cabeça erguida, mesmo diante de tantas adversidades.
Deixamos nossa família, amigos porém com a certeza de dever cumprido!
Devemos pensar assim. Quando tudo parecer estar contra, lembre-se que o avião decola contra o vento, não a favor dele. Juntos somos mais fortes.” Ricardo Matos

Cuidados sanitários das empresas aéreas

Para minimizar o risco de disseminação do covid-19 dentro das aeronaves, as companhias aéreas aumentaram drasticamente o cuidado com a higienização dos aviões antes e depois das viagens.

Para quem necessita viajar nesta época, é nítido o cuidado redobrado da higienização completa dos aviões envolve a limpeza dos assentos, cintos de segurança, apoios de braço, mesinhas, janelas, saídas de ventilação, compartimentos de bagagem, carrinhos de serviço, banheiro e portas.

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) afirma que “os aviões estão equipados para garantir a segurança dos passageiros. As aeronaves renovam 99,9% do ar que circula a bordo, contribuindo para que o covid-19 não se propague”.

Os comissários entrevistados, que são queridos e admirados por todos que os conhecem no município, até o fechamento desta matéria, encontram-se em Porto Seguro ao lado dos familiares.

Redação Namidia News, com informações da Anac.

Comente com Facebook