Coronavírus: Brasil registra 667 mortes por coronavírus e 13,7 mil casos

Segundo atualização do Ministério da saúde nesta terça-feira (07), o Brasil chegou a 667 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O número representa um aumento de 20% em relação a ontem (6), quando foram registrados 553 óbitos.

São Paulo segue como epicentro da pandemia, com mais da metade das mortes de todo o país, com 371 óbitos.

O estado é seguido por Rio de Janeiro, com 89; Pernambuco, com 34; Ceará, com 31, e Amazonas com 23 mortes.

Também já foram registradas mortes no Paraná (15), Distrito Federal (12), Bahia (12), Santa Catarina (11), Minas Gerais (11), Rio Grande do Norte (8), Rio Grande do Sul (8), Espírito Santo (6), Goiás (5), Pará (5), Paraíba (4), Sergipe (4), Piauí (4), Maranhão (4), Alagoas (2), Mato Grosso do Sul (2), Amapá (2), Rondônia (1), Roraima (1), Acre (1) e Mato Grosso (1).

O número de casos da covid-19 no país chegou a 13.717, o que marca um crescimento de 13,7% em relação a ontem (6), quando o balanço do Ministério da Saúde marcou 12.056 casos.

A taxa de letalidade do país subiu de 4,4% para 4,9%.

Bahia tem 14 mortos e 462 infectados por coronavírus
A Bahia chegou a 462 casos confirmados de coronavírus e 14 mortes em decorrência da covid-19.

Os dados foram disponibilizados nesta terça-feira (7), em boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

A morte mais recente aconteceu nesta terça, em um hospital da rede privada de Salvador. A paciente era uma mulher de 51 anos, com histórico de hipertensão e diabetes, e estava internada desde 25 de março.

Os outros 13 óbitos do estado ocorreram em Salvador (9), Lauro de Freitas (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1).

Ainda de acordo com o boletim da Sesab, que contabiliza todos os registros de janeiro até as 17h de hoje, a Bahia tem 106 pessoas curadas da covid-19 e outras 51 internadas, sendo 29 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs). Dos testados, 2.511 deram negativo, o que representa 95,01%.

Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.


Fonte: Ministério da saúde/ Sesab, Redação Namidia News

Comente com Facebook