Criança de Itamaraju que bateu a cabeça em vaso sanitário tem morte cerebral confirmada

Caso aconteceu na cidade de Itamaraju, no sul do estado. Médicos encontraram lesões no corpo da criança, mas padrasto e mãe negam ter batido nela.

A menina de 5 anos que teve traumatismo craniano após escorregar no chão do banheiro e bater a cabeça em um vaso sanitário, na cidade e Itamaraju, no sul da Bahia, teve morte cerebral confirmada na noite de segunda-feira (26).

A criança segue internada no Hospital do Subúrbio. Segundo a assessoria da unidade de saúde, a menina não tem mais atividade cerebral e os médicos aguardam autorização dos familiares da menina para desligar os aparelhos que a mantém com sinais vitais.

O caso aconteceu no dia 18 de agosto, no bairro Novo Prado. Segundo o delegado Gilvan Prates, que investiga o caso, os médicos constataram lesões no corpo da criança e desconfiaram de uma agressão.

A criança morava com a mãe e padrasto. Os dois negaram que a criança foi agredida. Ainda segundo o delegado, o casal se conheceu no início deste mês e começou a morar junto.

O padrasto da criança, que não teve a identidade revelada, contou, em depoimento à polícia, que o caso ocorreu quando a menina foi tomar banho. A mãe da criança não estava em casa no momento do ocorrido.

Gilvan Prates informou que a menina foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Itamaraju.

Os médicos da unidade médica acionaram o Conselho Tutelar da cidade após verificarem hematomas no corpo dela. A menina foi transferida para Salvador, em estado grave, por uma UTI aérea, na segunda-feira (19).

A polícia aguarda o laudo do perito médico para confirmar se houve agressão. A mãe da menina, que está em Salvador, também será ouvida. O caso é investigado na delegacia de Itamaraju.

Comente com Facebook