Variante brasileira é responsável por 40% das infecções em Lima, diz o governo do Peru

Na última terça-feira (23), Carissa Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), alertou para o risco da situação brasileira, agravar a pandemia nos países vizinhos.

No Brasil já foram contabilizadas mais de 300 mil morte.

Segundo o ministro da Saúde do Peru, Óscar Ugarte, a variante do coronavírus identificada em Manaus pela primeira vez em 2020, é a responsável por 40% das infecções ocorridas em Lima nos últimos dois meses.

“Nós identificamos casos da variante brasileira em Iquitos, San Martin, Huánuco. Por meio dessa rota e das pessoas que viajam, a variante chegou a Lima”, explicou o ministro.

Fonte: Redação Namidia News

Comente com Facebook