Nove municípios da Bahia vão ter antecipação de feriados; veja como vai funcionar

Rui Costa anunciando novas medidas de isolamento
Rui Costa anunciou novas medidas de isolamento nesta sexta-feira (Foto: Reprodução)

Em entrevista realizada nesta sexta-feira (22), o governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que nove municípios do estado, entre eles Salvador, vão ter feriados antecipados. A medida vai ser realizada, além da capital baiana, nas cidades que registram mais de 100 casos confirmados da Covid-19: Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari.

Conforme Rui Costa, da próxima segunda (24) até sexta-feira (29), estes municípios terão interrupção dos serviços não essenciais. Para isso, o governador decidiu pela antecipação de dois feriados regionais: Dois de Julho e São João. De acordo com ele, a medida é semelhante à usada em São Paulo.

“Ontem, em reunião com o prefeito de Salvador, secretários de Saúde do estado e do município, fizemos várias projeções conjuntas e chegamos à conclusão de que precisaríamos de uma iniciativa mais forte. Hoje nós queremos anunciar que, em Salvador e mais oito municípios da Bahia, estaremos conjuntamente com a medida de interromper serviços não essenciais de segunda a sexta-feira da semana que vem para garantir, portanto, uma queda na taxa de contaminação. Esse não funcionamento ocorrerá com antecipação dos feriados, seguindo o que o estado de São Paulo fez”.

“No âmbito estadual, na segunda-feira e terça-feira. A quarta, o feriado municipal. Alguns municípios têm dois feriados. Portanto, para alguns deles, será quarta e quinta feriado. E pra quem não tiver feriado, a quinta e a sexta faremos decreto simultâneo de suspensão das atividades não essenciais”.

Rui Costa explica que, apesar de, inicialmente, contar com estes nove municípios, a medida pode abranger outras cidades.

“Foram municípios que têm mais de 100 casos confirmados. Isso não significa que outros municípios ou prefeitos que queiram aderir a essa medida se entende que seu município está também com taxa alta, apesar de menos de 100, poderá aderir”, completou.

Redução de taxa

Rui Costa afirmou que espera, com essas novas medidas, reduzir a taxa de contaminação nesses municípios para abaixo de 5%, atual patamar de proliferação do vírus no estado. O governador disse que fez uma projeção e, se novas ações não forem tomadas, Salvador precisará de 500 leitos de UTI na próxima sexta-feira.

“Esperamos, com isso, derrubar para baixo de 5% a taxa de contágio. A taxa média de crescimento está em torno de 5%. Nós começamos a epidemia na Bahia com 40% de taxa de reprodução. Em alguns municípios desses nove, chegamos a ter 30% de taxa de reprodução. Hoje, exceto Jequié, estamos no patamar de 5%. Apesar de número mais baixo, implica em uma demanda crescente. Ontem fizemos o exercício projetando número de pessoas que hoje estão na UTI, com os que estão aguardando na regulação, chegaremos, na sexta que vem, com atual taxa, precisando em torno de 500 leitos de UTI somente para Salvador”.

“Em função disso, entendemos era necessário, urgente, medida de choque, para consigamos sair com patamar bem abaixo dos 5%. Quem sabe isso nos permita começar a pensar, após a semana que vem, em retorno gradual se o resultado for o que nós esperamos. Depende da união de todos nós”.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de G1

Comente com Facebook