Noivos driblam pandemia e fazem cerimônias de casamento virtuais

Casamento

Maio, o tradicional mês das noivas, teve que se reinventar por conta da pandemia. Conforme o site “Casei”, o novo coronavírus (Covid-19) adiou 61% dos casamentos previstos para o primeiro semestre do ano. Mais de 3.500 noivos precisaram adiar a data da união.

A Covid-19 também trouxe impactos econômicos para as igrejas. A Nossa Senhora do Brasil, a mais badalada de São Paulo, transferiu 110 casamentos que ocorreriam entre março e julho para a partir de setembro.

Com o isolamento social por conta da doença, quem decidiu manter a data apostou na criatividade. A fim de se adaptar à pandemia, alguns casais que decidiram manter a data do matrimônio realizaram a cerimônia online: o home-wedding. Empresas do setor também se adaptaram à nova realidade do mercado.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de CNN

Comente com Facebook