Morre jovem ‘saudável’ de 21 anos e mãe culpa coronavírus

Chloe Middleton

Chloe Middleton, de 21 anos, do condado de Buckinghamshire, no sul do Reino Unido, é suspeita de ser a mais jovem britânica a morrer pela pandemia do novo coronavírus.

A família da jovem implorou para que o público siga os conselhos de segurança e para que “levem isto a sério”.

A mãe dela, Diane Middleton, escreveu: “Para todas as pessoas que pensam que é apenas um vírus, por favor, repensem. Falando por experiencia própria, este vírus tirou a vida da minha filha de 21 anos”.

Em um apelo para que a devida prevenção seja realizada, a tia da jovem, Emily Mistry, descreveu como a sobrinha dela “não tinha problemas de saúde preexistentes”.

Mistry acrescentou: “Minha linda sobrinha de 21 anos faleceu de Covid-19”.

A tia continuou, e disse que a família ficou “arrasada além da conta”.

“A realidade deste vírus está se desenrolando diante de nossos olhos”, acrescentou. “Por favor, sigam as diretrizes do governo”.

“Faça a sua parte. Proteja-se e proteja os outros. O vírus não está se espalhando, as pessoas estão espalhando o vírus.”

Mistry concluiu o post com uma homenagem à sobrinha. “A vida como a conhecemos mudou drasticamente, mas a menos que todos ajamos agora para proteger a nós mesmos e aos outros, esse tumulto e angústia continuarão… Descanse em paz, Chloe. Até nos encontrarmos novamente…”

A irmã de Middleton, Amy Louise, acrescentou que já era “hora de as pessoas levarem isso a sério, antes que muitas outras terminem na mesma situação devastadora”.

Com informações de: Yorkshire Evening Post

Comente com Facebook