Covid-19: Agência dos EUA vai diminuir período de quarentena de 14 para 7 a 10 dias

Mulher usando máscara para se proteger do novo coronavírus (Covid-19)
(Foto: Getty Images)

O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, em inglês), Robert Redfield, informou ao vice-presidente do país, Mike Pence, e a membros da Força-Tarefa da Casa Branca contra a Covid-19 nessa terça-feira (1º) que a agência vai emitir em breve novas orientações, reduzindo o número de dias que as pessoas devem ficar em quarentena após exposição a um caso confirmado da doença.

Dois altos funcionários do governo disseram que as novas diretrizes vão recomendar que contatos próximos com infectados devem ficar em quarentena por 7 a 10 dias após se exporem ao vírus. Atualmente, a recomendação é de 14 dias.

O período de isolamento poderá ser encerrado depois de 7 dias se a pessoa testar negativo para o novo coronavírus, ou 10 dias se não for testada.

O CDC atualizou a definição de contato próximo com um paciente infectado com Covid-19 em outubro para incluir exposições múltiplas e rápidas. A definição atual inclui momentos de exposição que totalizam 15 minutos a quase 2 metros ou mais de distância de uma pessoa infectada. Antes, a agência definiu um contato próximo como 15 minutos de exposição contínua a uma pessoa infectada.

Redfield anunciou as próximas orientações de quarentena durante uma reunião da Força-Tarefa nessa terça, disseram os funcionários. Eles descreveram a mudança como uma decisão baseada em dados que estão sob revisão há semanas.

Um dos funcionários afirmou que Pence tem pressionado o CDC há meses para revisar as diretrizes. Especialistas em saúde seguem destacando a importância de comunicar e implementar medidas para reduzir o alarmante número de casos do novo coronavírus no país.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de CNN

Comente com Facebook