Coronavírus: Trump afirma: Americanos voltam a trabalhar após 15 dias de quarentena


Nesta terça-feira (24), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu o retorno da população ao trabalho em meio à pandemia de coronavírus.

Em sua conta oficial no Twitter, o político afirmou que é possível fazer distanciamento social e cuidar dos idosos ao mesmo tempo.

“Nosso povo quer retornar ao trabalho. Eles vão praticar distanciamento social e tudo mais, e os idosos serão cuidados de forma protetora e amorosa. Nós podemos fazer as duas coisas ao mesmo tempo. A cura não pode ser pior (de longe) do que o problema. O Congresso precisa agir agora. Nós vamos voltar fortes”, postou.

Trump confirmou que, após 15 dias de quarentena, os Estados Unidos vão se abrir e os americanos vão voltar ao trabalho.

Disse que estas duas semanas foram cruciais para conhecer um pouco melhor o vírus, e que a baixa taxa de mortalidade foi o fator crucial para mudança de postura (eles trabalhavam com uma taxa de aproximadamente 5% de letalidade, o que traria muitas mortes.

O fato é que nos EUA a taxa está abaixo de 1%) Precauções serão tomadas, mudanças de hábito acontecerão, grupos de risco permanecerão isolados, mas para os demais, vida que segue.”

Informações: The New York Times

Comente com Facebook