Coronavírus: ‘Estamos trabalhando com uma taxa de 12% de necessidade de internação hospitalar’, diz secretário de Saúde

Nesta sexta-feira (03), o Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse, em entrevista que o estado, atualmente, está com 12% de necessidade de internação hospitalar e menos de 4% de internação em UTI, porém, o quadro deve mudar.

 Conforme Fábio Vilas-Boas, existe um planejamento para abertura progressiva dos leitos de acordo com as taxas de ocupações de Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) das unidades médicas.

O número dos pacientes na Bahia infectados pelo Covid-19 já passa de 280, com cinco mortes, de acordo com o boletim da manhã desta sexta-feira (3). 

Menos de duas horas após divulgar a quarta morte por coronavírus, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou a quinta morte no estado em decorrência da doença. A paciente era uma mulher de 44 anos, hipertensa, asmática e obesa, que estava internada em um hospital público de Salvador, desde 24 de março.

“Nós tivemos já um total de cinco óbitos aqui na Bahia, quatro em hospitais privados, pacientes variando entre 64 e um pouco mais de 80 anos, tivemos um óbito nesta noite no Instituto Couto Maia, de uma mulher de 44 anos, portadora de doença pulmonar, de asma”, contou Flávio Vilas-Boas. 

Também na manhã desta sexta, um idoso, de 82 anos, que estava infectado com o coronavírus e internado no Hospital Aliança, recebeu alta médica. 

“Esse é o segundo caso de pacientes octogenários (acima de 80 anos),que a gente consegue recuperar. Embora a doença seja bem mais grave nas pessoas mais frágeis, mais idosas, nós temos enxergado várias pessoas se recuperando, e os óbitos estão, na sua maioria, associados a pessoas que possuíam doenças concomitantes, doenças que a gente chama de comorbidades”, afirmou o secretário.

Fonte: Sesab, Redação Namidia News

Comente com Facebook