Brasil recebe insumos para retomar produção da vacina Coronavac nesta terça (25)

Vacina contra Covid-19
Vacina contra Covid-19 (Foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)

Nesta terça-feira (25), o Instituto Butantan recebeu um lote com 3.000 litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) para produção da vacina Coronavac. Assim, a quantidade garante a fabricação de aproximadamente 5 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19.

Anteriormente, a instituição havia interrompido a produção da vacina por causa da falta de matéria-prima. Agora, a previsão é que o voo com os insumos importados da China cheguem ao país na tarde desta terça-feira.

De acordo com o Governo do Estado de São Paulo, as 5 milhões de doses do imunizante irão para o PNI (Plano Nacional de Vacinação), do Ministério da Saúde.

Conforme uma nota do governo estadual, a matéria-prima que a biofarmacêutica Sinovac – parceira do Butantan – enviou passará pelos processos de envase, rotulagem, embalagem e por um rígido processo controle de qualidade para que a vacina seja entregue ao PNI. Todo este processo dura, aproximadamente, de 15 a 20 dias.

O Butantan afirma que, neste mês, chegou a entregar 47,2 milhões de doses ao Ministério da Saúde. Agora, seus laboratórios trabalham a fim de produzir 54 milhões de doses referentes ao segundo contrato com o governo federal, ultrapassando 100 milhões de vacinas.

Além da Coronavac, o Brasil usa outras duas vacinas contra o novo coronavírus: a Pfizer e a Oxford/AstraZeneca.

Fonte: Da Redação Namidia News com informações de BNews

Comente com Facebook