Tribunal de Júri volta a ser realizado na Comarca de Porto Seguro

Após um ano e meio paralisados por conta da pandemia, a Comarca de Porto Seguro, através 1ª Vara Crime, Júri e Execuções Penais, que tem como Juiz titular Dr. André Marcelo Strogenski, realiza nesta segunda-feira (13) Sessão de Júri.

O magistrado informou que o julgamento no Tribunal de Júri popular é essencial, pois é um mecanismo do exercício da cidadania, isso porque o órgão permite ser julgado pela sociedade e assegura a participação popular direta nos julgamentos feitos.

“A sociedade têm a possibilidade de julgar os crimes contra a vida, que são os homicídios, cometidos na Comarca, e isso possibilita a participação nas decisões do judiciário”, comentou o magistrado.

Todos os cuidados foram tomados para o retorno dos trabalhos, tendo sido estabelecido protocolo para realização dos julgamentos, seguindo todas as orientações e recomendações decorrentes da pandemia da Covid-19, como uso obrigatório de máscara, álcool gel ao acesso de todos envolvidos e acesso restrito ao plenário de julgamento para evitar aglomerações.

A sessão de julgamento será de Neilton Souza dos Santos e Márcio Ferreira de Jesus e são acusados de, em julho de 2016, no período noturno, dispara contra Cidalice Maria de Jesus, que veio a óbito. O crime aconteceu no distrito de Itaporanga e foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público estadual em outubro de 2017.

Por Redação Namidia News

Comente com Facebook