Trancoso terá réveillon milionário com fila de espera nos principais restaurantes

Há cerca de duas décadas, o vilarejo de Trancoso se tornou um destino badalado, procurado por gente que busca o contato com a natureza sem abrir mão do conforto.

A região é hoje um destino completo, que oferece belezas naturais, o acolhimento dos nativos e excelência em serviços.

Nem a pandemia do novo coronavírus, que deixou a região fechada por seis meses, parece ter diminuído seu brilho. Muito pelo contrário.

Com as viagens ao exterior suspensas, um público de alto poder aquisitivo está disputando não só os hotéis e pousadas, como as casas da região.
De acordo com corretores, existem imóveis para alugar por R$ 600 mil a R$ 1 milhão por temporada de até dez dias no período do Réveillon, dependendo do tamanho e da sofisticação.    

De acordo informações do site Alô Alô Bahia, Mannu Carvalho, que realiza eventos e oferece o serviço de concierge na região, explica que “Com a incerteza se as festas grandes irão realmente acontecer, muitas pessoas estão planejando festas nas próprias casas que alugaram”.

“Promoveremos inúmeras festas nas residências alugadas”, acrescenta a empresária, que esclarece: “Existem muitos imóveis ímpares em Trancoso, alguns que são difíceis de ser vistos em outros lugares em uma quantidade tão abundante. Mas não é um destino somente caro. Existe hoje uma Trancoso que busca atender a todos os públicos, contudo é necessário sempre se programar com antecedência pois a procura é muito grande”.   

A disputa por um lugar à sombra não fica apenas no setor imobiliário. Restaurantes badalados da região estão com fila de espera.

O Maritaca já está com as reservas para o dia 1º de janeiro esgotadas. “A procura aumentou, mas temos a questão da responsabilidade com a segurança dos nossos clientes. Fizemos um treinamento especial voltado para atender a todos os protocolos de saúde, como o distanciamento social e um sistema de reservas antecipadas. Nosso delivery também está no ponto para atender as casas da região”, explica a empresária Márcia Taliberti, que tem planos de inauguração de um novo espaço. “Vamos abrir o Jardim Maritaca, ao lado do nosso restaurante, uma área linda, cheia de verde e ao ar livre”.

Outro restaurante disputado de Trancoso, o Floresta já está todo reservado até 10 janeiro. Já o Jacaredobrasil, do mesmo grupo, este ano não vai trabalhar com reserva, só por ordem de chegada. “Quanto aos planos de final de ano, decidimos não fazer festa de Réveillon pela primeira vez. Mesmo tendo nossa renda totalmente revertida para a comunidade – no ano passado, foi mais de R$ 250 mil doados -, vamos fazer nossa parte pela conscientização de todos para não termos festas este ano”, afirma o empresário Fernando Droghetti.   

A retomada do turismo, em conjunto com a redução do número de pessoas indo para fora do país, de acordo com Mannu, “está fazendo com que a região esteja retornando com todo o vapor”. “Todos os anos recebemos novos visitantes que se encantam com nosso vilarejo. Acredito que, nesta temporada, isso vai se intensificar”, acredita Márcia. 

Os empresários ressaltam, contudo, a necessidade de se manterem  os cuidados adotados durante a pandemia. “Precisamos cuidar do vilarejo, dos moradores e do comércio local. A Europa e o mundo são um exemplo do que aconteceu no verão, sofrendo com a segunda onda da covid-19. Se tem consciência, não participe”, defende Droghetti.

Redação Namidia News, com informações: Site Alô Alô Bahia


Comente com Facebook