Senador faz requerimento para que Sesab envie dados sobre Porto Seguro

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) protocolou requerimento no Senado Federal, como parte da investigação da CPI da pandemia, para que a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) envie dados referentes à realização de auditorias feitas nos últimos cinco anos no município de Porto Seguro.

A iniciativa tem como objetivo justificar a eventual convocação do governador Rui Costa (PT) para depor na CPI. De acordo com o requerimento protocolado pelo senador, uma auditoria feita pelo SUS/BA no último dia 25 de maio “ensejou a coleta de dados, entrevistas de funcionários da gestão, visita em locais de vacinação e solicitação de disponibilização de lista de documentos”.

O problema alegado por Rogério, é de que fiscalizações do tipo não foram feitas nos últimos 3 anos e que portanto, a medida seria uma forma de “patrulhamento” para averiguar e coibir o uso do “tratamento precoce” na cidade.

“A justificativa oficial da auditoria é a de avaliar o planejamento e a operacionalização da vacinação contra a covid-19, mas os quatro primeiros e os últimos três tópicos da lista de documentos solicitada demonstram que se objetiva verificar se está sendo feito o uso de tratamento precoce, quem seriam os responsáveis e criar uma narrativa de que o município não estaria realizando a vacinação adequadamente para estimular a tese da imunidade de rebanho em detrimento à vacinal”, afirmou.

Atualmente, a secretaria de Saúde de Porto Seguro é comandado pela médica Raissa Soares, que ficou famosa por defender o uso de hidroxicloroquina para o tratamento da doença provocada pelo novo coronavírus e entrar em conflito com a Sesab na tentativa de obter autorização para utilização do tratamento precoce.

Fonte: A Tarde

Comente com Facebook