Forte operação para encontrar suspeitos da morte de PM continua em Porto Seguro

Desde o domingo (13), operações estão sendo realizadas em Porto Seguro pelas policias Civil e Militar, na busca pelos suspeitos de matarem o Cabo da Polícia Militar Clodoaldo Mendes Santos Júnior (40).

Nesta terça (15), a operação foi feita entre as cidades de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, pelo serviço de inteligência da PM e pelo Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer). 

Na madrugada desta terça-feira, uma mulher foi presa e dois homens morreram.

 A mulher que não teve a identidade revelada foi presa na rua Tocantins, no bairro Mundaí, após o carro dela ser achado com marcas de sangue. A polícia suspeita de que o veículo tenha sido usado pelos homens que atiraram no policial. Ela já tem passagem na polícia por identidade adulterada. 

Já os homens, que estavam na casa da mulher presa, foram baleados após entrarem em confronto com os policiais. Eles foram identificados como Weslei Reis Mota e Felipe Moura de Oliveira.

Diversas viaturas das Forças Especiais da Polícia Militar foram vistas fazendo patrulhamento nos bairros e na BR-367.

Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) e Tático Ostensivo, Grupamento Aéreo (Graer), Companhia Independente de Policiamento Especializado/ Mata Atlântica (Cipe/MA), Rondep Sul, e Tático Ostensivo Rodoviário, além das guarnições do 8° batalhão.

Um suspeito do homicídio foi alvejado no domingo, encontra-se preso, Diego Alcântara Lopes (28). Outros quatro que pertencem a mesma organização criminosa, estão foragidos.

O cabo Clodoaldo trabalhava no 8º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro, mas atuava na cidade vizinha de Santa Cruz Cabrália.

Redação Namidia News

Comente com Facebook