Turistas de diversas regiões do país escolhem Porto Seguro no feriado prolongado

Com o desejo aflorado de viajar e relaxar, manifestações mais do que naturais de quem está em isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus que já dura desde março, o feriadão do Dia da Independência, trouxe centenas de turistas a Porto Seguro.

Desde sexta-feira (4), o fluxo de veículos aumentou bastante, turistas de diversas regiões do país, escolheram utilizar às estradas, mesmo com a liberação dos voos regulares.

Neste sábado, os comércios estavam abertos, mas a cidade não estava lotada, como ocorria em feriados como este, antes da pandemia. Mesmo, com o fluxo de veículos que vem circulando na Orla Norte.

Nem todos os estabelecimentos conseguiram autorização para retomar a atividade, pois não conseguiram cumprir os protocolos sanitários. Por isso, seguem fechados.

Para o feriado da Independência, a estimativa é que a cidade esteja com ocupação de 50% nos hotéis. Casas e condomínios de luxo tiveram uma grande procura em Arraial d’ Ajuda e Trancoso.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Paulo Magalhães, a procura foi grande e, se o decreto permitisse 70%, teria completado. “Num feriado como esse, estaríamos tranquilamente com muitos ônibus e vôos aqui, 100% de ocupação, mas nessa nova realidade temos uma limitação, que é necessária”, afirmou.

Na expectativa da prefeitura, dada a ansiedade de viajar que têm percebido nas pessoas, essa lotação máxima permitida deve se manter no próximo feriado de 12 de outubro.
O secretário espera que, se daqui para lá a contaminação por covid-19 for reduzida na região, a cidade poderá avançar nas suas fases de reabertura econômica e aumentar a capacidade de ocupação de hotéis. 

Ao todo, o município tem mais de 500 hospedarias que somam mais de 45 mil leitos, espalhados em Porto Seguro, Trancoso, Arraial d’Ajuda e Caraíva.

Nos hotéis, turistas vem respeitando as normas de distanciamento social, e o uso da da máscara, item de uso obrigatório por lei estadual.

Cabana Segundo Sol

“Nosso objetivo é garantir que as normas sejam cumpridas pelos nossos clientes turistas, assim como a população local. Para evitar a disseminação da covid-19, também tomamos medidas preventivas. Por exemplo, a área do restaurante só poderá funcionar com 50% das mesas, para evitar o contágio, nosso estacionamento está lotado todos os dias, porém temos o cuidado, com o distanciamento de mesas e cadeiras”, explica Renato da Cabana Segundo Sol.

Estacionamento Cabana Segundo Sol

“Porto Seguro é potência, se a gestão permitir não terá outro local, onde a retomada seja mais próspera do que outras cidades, o destino é encantador e nós estamos trabalhando para que os turistas retornem, por isso estamos mantendo as normas estabelecidas pela prefeitura, afirma André, proprietário do Rei.

Os restaurantes funcionam com capacidade reduzida e distanciamento entre as mesas e o comércio está limitando o acesso de pessoas para que não haja risco de aglomeração, seguindo os protocolos do turismo consciente por causa da pandemia da COVID-19



“Estamos ansiosos. Será o nosso primeiro feriado pós-pandemia e poderemos realmente testar os protocolos que construímos. Proprietários e funcionários, enfim, todos estão preocupados e comprometidos em oferecer o encantamento, o sorriso e a segurança em uma nova forma de fazer turismo”, disse Tania Nascimento, proprietária de pousada e casas de veraneio.

Os protocolos estabelecidos pela prefeitura contemplam as mais diversas atividades: agentes receptivos, atrativos em ambientes fechados, atrativos em ambientes abertos, meios de hospedagem e gastronomia.

As principais medidas de segurança adotadas pela prefeitura obriga o uso de máscaras tanto para colaboradores quanto para clientes, além da disponibilização de dispensers com álcool em gel 70% nas entradas e saídas dos ambientes, entre outros.

“Para a reabertura, o dono do estabelecimento precisa entrar com o pedido de expedição do selo. Mas, antes, é necessário que faça as readequações para que a Vigilância Sanitária aprove e, assim, receber o selo que autoriza a reabertura”, disse o secretário de Turismo de Porto Seguro.

EVENTOS
Em relação aos grandes eventos, a cidade ainda não tem uma definição no que diz respeito às datas. O secretário de Turismo disse que as autoridades do município estão trabalhando para a construção de protocolos específicos para esses eventos.

Para funcionar, os estabelecimentos deverão cumprir os protocolos abaixo:

  • Segundo a prefeitura, somente podem ser oferecidos apartamentos single ou duplo, ficando autorizado o apartamento triplo ou quadruplo para uma mesma família, desde que as camas estejam, no mínimo, a 1,5 metro de distância uma da outra. Só em outubro todas as modalidades voltam a ficar disponíveis.
  • Também ficou determinado que, na área de lazer, incluindo piscinas, que o limite de uma pessoa por cinco metros quadrados e uso de máscara. Não vai estar autorizado o uso de sauna e brinquedoteca.
  • A prefeitura também vai permitir os passeios turísticos em todo município, com exceção de Caraíva. Estes passeios podem ter grupos de, no máximo, 20 turistas, todos usando máscaras.
  • Bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, sorveterias e barracas de praia também vão poder operar a partir do dia 15 de julho com 50% da capacidade.
  • As praias vão estar liberadas para banho e passeios, desde que evitadas aglomerações e usuários estejam usando máscaras.

Depois do 7 de Setembro só restarão mais três feriados nacionais prolongados em 2020: o Dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro) e o Dia de Finados (02 de novembro), ambos em uma segunda-feira, e o Dia de Natal (25 de dezembro), sexta-feira.

Redação Namidia News

Comente com Facebook