Demissão em massa: Prefeitura de Porto Seguro exonera quase 4 mil nomeados, muitos não vão voltar

O prefeito de Porto Seguro, Janio Natal, assinou o decreto 12454/21, que exonerou mais de 4 mil funcionários contratados para prefeitura.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município da última sexta-feira (15).

Na lista de exonerados estão todos os funcionários contratos pela gestão, incluindo secretários, superintendente e apadrinhados políticos.

Segundo cálculos, estima-se que pelo menos 4 mil pessoas perderam o emprego, dos quais, muitos ficaram de fora e não serão chamados de volta.

Apoiado na aprovação da reforma administrativa, Janio agora vai ter a oportunidade de livrar seu governo de um peso morto de pessoas que não trabalhavam e recebiam da prefeitura.

Demissões teriam sido por recomendação do Ministério Público.

O anúncio das exonerações pegou muita gente de surpresa e está deixando muita gente sem dormir com  medo de não voltar a receber seus salários.

Além da reforma administrativa, a outra tese é que a prefeitura teria gasto em 2021 até agora, mais de 56% da arrecadação municipal com folha de pagamento, o que é proibido por lei.

Outro problema é que as exonerações tem data de 01 de outubro, ou seja, pode ser que esse mês todos ou boa parte destes funcionários ficaram sem salários e terão seus compromissos atrasados.

Tentamos contato com o secretário de administração, Jailson Ferreira, mas não obtivemos retorno até o fechamento desta matéria.

Por Redação Namidia News

Comente com Facebook